NOTÍCIAS

Ano Letivo 13:39, 28 jan 2021 Acolhimento de alunos e famílias marca início do ano letivo no Piauí

Foto:

As escolas da rede pública estadual já estão acolhendo estudantes, profissionais e pais para o diálogo, entrega de materiais e formação.

As escolas da rede pública estadual do Piauí já estão acolhendo estudantes, profissionais e pais para o diálogo, entrega de materiais e formação, visando o início do ano letivo de 2021. As aulas estão marcadas para iniciar no dia 1º de fevereiro de forma remota, com posterior consulta à comunidade escolar sobre a adoção do sistema híbrido.


O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, afirma que para o ano de 2021 há um decreto autorizando o retorno gradativo dos estudantes e os profissionais da educação para o "chão da escola".


"Na rede estadual faremos isso de forma gradativa, olhando caso a caso, escola a escola, para garantir toda segurança para os estudantes, profissionais e famílias. Neste início estamos retornando de forma remota para conversar com todos, dialogando, para ir liberando as escolas posteriormente?, relata o secretário.

Pensando nos estudantes, que diante das dificuldades de acesso à escola não acompanharam as atividades no modelo de aula remota, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) criou o programa de Reforço de Aprendizagem - Juntos para Avançar, que reordena os anos letivos de 2020 e 2021 das escolas do Piauí. Serão contemplados com o material didático cerca de 30 mil alunos matriculados na rede estadual registrados sem acesso às aulas remotas, bem como a parcela de alunos que necessitarem ampliar os estudos do ensino remoto.

"Vamos implantar o Juntos para Avançar, inclusive, para os estudantes que não tiveram acesso à escola em 2020. O programa funcionará por três meses, agindo na correção de fluxo e nivelamento dos estudantes e, a partir de então, entraremos no currículo 20121. Também receberemos os estudantes das outras redes, como as municipais. Os alunos da rede estadual já tem matrícula automática. Nesse momento, toda rede estadual encontra-se em movimento, trabalho de acolhimento, de receber os alunos e famílias para juntos avançar no ano de 2021, garantindo o direito a educação aos nossos estudantes", conclui Ellen Gera.

Todo esse trabalho de acolhimento é observado no Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Dr. Fontes Ibiapina, que realizou reunião com pais. O CETI Hesichia de Sousa Brito e o CETI Inês Rocha, de Piracuruca, realizaram reunião para tratar do retorno das aulas. Já o CETI Cleonice Teles, localizado em Luzilândia, realizou reunião pedagógica para retomada das atividades escolares; o Premen Sul realizou entrega de chips de celular para os estudantes e o CETI Francisca Pereira de Sousa Morais, de Fronteiras, promoveu o primeiro encontro família e escola 2021.

A Seduc definiu que as Escolas da Rede Pública Estadual de Ensino iniciarão as aulas no formato exclusivamente remoto e que, dependendo da condição sanitária do Estado, a Seduc pode emitir uma nova portaria autorizando que retorne o modelo híbrido.