NOTÍCIAS

Secretaria de Educação do Rio de Janeiro 13:34, 6 jun 2018 Alunos da rede estadual batem recorde de medalhas na Olimpíada de Física

Divulgação/SeeducRJ
Foto: Divulgação/SeeducRJ

Estudantes dos municípios de Valença, Resende, Nova Iguaçu, Magé e São João de Meriti conquistaram medalhas de ouro, prata, bronze, além de menções honrosas

Alunos da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro superaram o número de medalhas na Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP). Na edição de 2016, foram dez. Em 2017, os jovens garantiram 20 medalhas. O quantitativo é um recorde, sendo o maior registrado em todas as edições da Olimpíada, que é realizada desde 2012. A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) também registrou que o número de estudantes premiados dobrou, saltando de oito para 17 campeões.

Das escolas participantes da OBFEP, o Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira, em Valença, Região Sul Fluminense, foi destaque com sete medalhas de ouro, seis de prata e uma de bronze. Em Magé, na Baixada Fluminense, alunos do Colégio Estadual Mauá conquistaram duas de ouro nas etapas estadual e nacional. Também de Valença, estudantes do Colégio Estadual Doutor Guilherme Milward ganharam medalha de prata.

Em Resende, o Colégio Estadual Antonio Quirino foi premiado com ouro e bronze. A Baixada Fluminense teve como destaque o Colégio Estadual Pedro Álvares Cabral, em São João de Meriti, com uma medalha de prata e, também, o Colégio Estadual Professora Evangelina Soares de Moura, em Nova Iguaçu, que recebeu várias menções honrosas.

A estudante Maria Eduarda Dias Monteiro, 15 anos, do Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira, em Valença, conquistou medalhas de ouro e prata nas etapas estadual e nacional, respectivamente. Ela gosta muito da área de Ciências Exatas, mas confessa que deseja fazer o curso de Direito. Ela está na 1ª série do Ensino Médio e pretende continuar competindo na OBFEP.

– Estudávamos na parte da manhã e, à tarde, os professores ajudavam nos estudos para a Olimpíada. Participar dessas competições abre novas portas, mas para ter bons resultados é preciso de uma atenção muito grande e manter o foco – conclui. 

O estudante Caio Diniz Galvão, do Colégio Estadual Mauá, em Magé, foi medalhista de ouro nas etapas nacional e estadual. Ele considera que a experiência é interessante para todos os alunos.

– Meu professor de Física me incentivou. Estudei muito e tive bons resultados. É preciso manter uma rotina de estudos para conseguir destaque nessas competições. Tenho facilidade com a Matemática e ser bom nessa disciplina ajuda muito – explica o estudante, que tem interesse em Astronomia, mas quer fazer Administração e trabalhar no mercado financeiro.

O professor de Física, Ricardo Monteiro da Silva, do Colégio Estadual Mauá, conta que o incentivo para participar de competições acontece tanto nas aulas diárias quanto na promoção de palestras.

– Recebemos alunos de licenciatura de outras instituições para palestras. Esses encontros, além do aprendizado, estimulam o convívio com estudantes de idades bem próximas e que já estão em outro estágio de aprendizado e preparação acadêmica. Observo que o interesse nas aulas e em participar das disputas aumenta a cada ano – destaca.

O secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, atribui os avanços dessa edição da OBFEP ao trabalho conjunto das equipes pedagógicas.

– Incentivamos a participação das escolas e percebemos o aumento do engajamento nessa e em outras olimpíadas do conhecimento. O trabalho integrado na escola estimula o interesse pelas Ciências Exatas e abre caminho para revelar novos talentos em uma área que se expande e é tão importante para nosso estado e país – pontua o secretário de Estado de Educação.


CONFIRA OS VENCEDORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO

MEDALHISTAS DA ETAPA NACIONAL

Medalha de Ouro

Caio Diniz Galvão

Colégio Estadual Mauá – Magé

Medalhas de Prata

Carlos Eduardo de Souza Duque

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Maria Eduarda Dias Monteiro

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Ohara Sampaio Pereira

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Medalhas de Bronze

José Vilmar Belo de Almeida Júnior

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Shai Oliveira Vaz

Colégio Estadual Antonio Quirino – Resende

MEDALHISTAS DA ETAPA ESTADUAL

Medalhas de ouro

Caio Diniz Galvão

Colégio Estadual Mauá – Magé

Carlos Eduardo de Souza Duque

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Iris Bastos Silva

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

José Vilmar Belo de Almeida Júnior

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Maria Eduarda Dias Monteiro

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Mariana Nogueira Furman

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Ohara Sampaio Pereira

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Pedro Nunes Fernandes

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

Shai Oliveira Vaz

Colégio Estadual Antonio Quirino – Resende

Medalhas de Prata

Alexsander Jacinto de Oliveira

Colégio Estadual Doutor Guilherme Milward – Valença

Caio Nascimento de Assis

Colégio Estadual Pedro Álvares Cabral – São João de Meriti

Heloisa Maia Clementino

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença - RJ

Luana de Souza Silva

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença - RJ

Mylene Aparecida da Costa Oliveira

Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira – Valença

MENÇÕES HONROSAS

Daniel Silva de Oliveira

Colégio Estadual Professora Evangelina Soares de Moura – Nova Iguaçu

Gabriel Lucas Cabral

Colégio Estadual Professora Evangelina Soares de Moura – Nova Iguaçu

Marcos Lucas da Silva Melo

Colégio Estadual Professora Evangelina Soares de Moura – Nova Iguaçu


Tags: RJ Secretaria de Educação do Rio de Janeiro