14:57, 6 fev 2017
Ensino Médio

Alunos da Seduc-PA comemoram aprovação na UFPA

Foto: Agência Pará

A divulgação do resultado do vestibular de uma das mais importantes instituições públicas de ensino superior do Pará foi motivo de alegria e muita comemoração em vários pontos da região metropolitana de Belém e também no interior do estado na manhã deste sábado (4). Assim como ocorreu com a liberação da lista de calouros da Universidade do Estado do Pará (Uepa), onde quase 70% dos aprovados eram procedentes de escolas públicas, o listão com os nomes dos mais de seis mil aprovados no processo seletivo da Universidade Federal do Pará (UFPA) também mobilizou centenas de professores, alunos e familiares.

Na Escola Estadual Dom Pedro I, no bairro de Val de Cans, a festa foi organizada previamente pela direção da unidade e por pais de alunos, pois a instituição já contava com a aprovação de dois alunos classificados com as melhores notas em cursos da Uepa e da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), o que indicava que viriam novas aprovações também da UFPA.

Weveni Ferreira, que já havia passado em primeiro lugar no curso de Zootecnia da UFRA e em Enfermagem na Uepa, encerrou sua participação mais do que especial no vestibular 2017 com a aprovação em Biomedicina na UFPA.

Bárbara Alves, que foi primeira colocada no curso de Engenharia de Produção da Uepa, também comemorou a aprovação no concorrido curso de Direito da Federal. “Não tem mistério para conseguir se sair bem na prova do Enem (Exame Nacional de Ensino médio). É dedicação e muita leitura e treino na redação”, disse a caloura, que optará pelo curso de Direito.

Hayrton Pereira, 16, passou em Química nas duas modalidades de seleção da UFPA: Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e vestibular regular. Filho de um mestre de obra e de uma empregada doméstica, o menino, que além de estudar ainda trabalha com menor aprendiz no Banco da Amazônia, para ajudar na renda familiar, se emocionou com esse importante passo dado em direção ao ensino superior e a uma carreira acadêmica. “Tenho dois irmãos mais novos que eu e quero que eles sigam meu exemplo, pois a educação é o único caminho para o jovem da periferia traçar um futuro promissor e de sucesso profissional”, disse.

Leslye Costa, 18, também não continha a emoção. Caloura de Psicologia pela UFPA, ela comemorava ainda sem acreditar que tinha acabado de ouvir seu nome entre os aprovados no vestibular pelo rádio. “Sou a primeira da minha família toda a entrar para uma universidade, e ainda é a Federal. Minha mãe, que acabou de ter filhos gêmeos, está em casa, mas também está preparando uma festa”, contou a jovem, que é filha de um feirante e de uma auxiliar de cozinha.

Ao final da manhã a diretora da Escola Dom Pedro I, Juliana Santana, ainda não havia contabilizado o número final de alunos aprovados no vestibular, mas adiantava que passava de 20, somente em instituições públicas. “Muitas em cursos bastante concorridos, mas quero destacar que tudo é resultado do compromisso com a educação de todos que fazem a nossa escola. Pode parecer pouco, mas dentro de um universo de 300 alunos matriculados no Ensino Médio, esse é um percentual satisfatório e que a cada ano só vem aumentando”, ressaltou.

Cerca de 107 mil alunos se inscreveram no processo seletivo da Universidade Federal do Pará. Os candidatos disputaram 6.107 vagas em 179 cursos, que estão distribuídos nos campi de 20 municípios do estado.

Text:Kátia Aguiar
Fotos:Fernando Nobre

Compartilhar

Outras Notícias