NOTÍCIAS

UNIÃO DE ESFORÇOS 16:35, 31 jul 2019 Amapá deve implementar primeiro modelo nacional de consórcio da educação

Amapá deve implementar primeiro modelo nacional de consórcio da educação

O Governo do Amapá, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) devem implementar, ainda esse ano, o primeiro modelo nacional de consórcio da educação no Estado. O anúncio foi feito pelo presidente FNDE, Carlos Alberto Dacotelli, que participa do Encontro Técnico de Gestores Educacionais, em Macapá.

A proposta do consórcio é unir esforços para multiplicar resultados, desenvolvendo ações de interesse coletivo, que permitam maior alinhamento entre as estratégias educacionais de todos os municípios do Amapá.

O presidente do FNDE apresentou o projeto à Secretaria de Estado da Educação (Seed) e prossegue o diálogo e estudos para viabilização do consócio com os municípios e TCE. “O Amapá será o primeiro exemplo do Brasil de como o Estado pode atuar com políticas públicas e soluções eficientes do ponto de vista financeiro-educacional, replicando aos demais estados as boas práticas”, afirma Dacotelli.

A secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, garantiu que a educação estadual amapaense se compromete com a proposta que visa, também, fortalecer o Programa Colabora Amapá e oportunizar, por exemplo, que os municípios invistam em projetos estratégicos de grande porte, unindo forças. “O consórcio constrói soluções eficientes da gestão de recursos público federal para o setor, fortalecendo a rede para o trabalho coletivo. O consórcio do Amapá será uma referência nacional e contribuirá para elevar os índices de aprendizagem dos nossos estudantes”, afirmou a gestora.

Encontro Técnico

O Encontro Técnico de Gestores Educacionais, promovido pelo FNDE, Governo do Amapá e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Unidme) teve início nesta terça-feira, 30, e prossegue até quarta-feira, 31.

O evento, que acontece no Centro de Ensino Superior (Ceap), em Macapá, tem como objetivo auxiliar na gestão dos recursos financeiros repassados pelo governo federal ao Estado do Amapá e municípios, bem como aprimorar a execução dos programas gerenciados pela autarquia, entre eles o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Programa Nacional de Apoio e Manutenção do Transporte do Escolar (PNATE) e Caminho da Escola.

Mais de 600 pessoas participam do Encontro, no Amapá, que é uma continuidade às ações de capacitação e atendimento a gestores da Amazônia, promovida por técnicos do FNDE. Serão 15 horas de palestras e atendimentos individualizados aos profissionais que atuam diretamente na execução dos programas educacionais nos municípios amapaenses.

Durante o encontro, a autarquia apresenta tecnologias, protocolos, prestação de contas e também abre um canal de escuta com as secretarias e os gestores escolares. “A gestão estratégica deve ser prioridade em todos os programas desenvolvidos pelo FNDE. O Fundo sempre foi conhecido no Brasil por ser um agente repassador de recursos para a educação. A nossa missão agora é transformar o FNDE em um gestor estratégico das finanças públicas para a educação e dar suporte às secretarias e demais gestores”, concluiu Dacotelli.

A gestora da Escola Estadual, Barão do Rio Branco, Ágatha Favacho, destaca a importância da formação. “É a primeira vez que participamos de uma iniciativa como essa. Estamos sendo orientados, capacitados e tirando dúvidas de como administrar da melhor forma o recurso da educação”.

Para Dilene Barbosa, gestora da Escola Estadual do Novo Saber José Firmo, o encontro auxiliará os gestores na autonomia de uma administração ativa e de qualidade e, consequentemente, melhorar a qualidade de ensino do Amapá.


Tags: Amapá AP UNIÃO DE ESFORÇOS