NOTÍCIAS

educação indígena 11:44, 26 ago 2019 Amapá oferta curso técnico em enfermagem para indígenas

Amapá oferta curso técnico em enfermagem para indígenas

São 30 vagas exclusivas para indígenas das etnias Palikur, Karipuna, Galibi Marworno , Waiãpi, Apalai, Waiana, Tiriyo e Kaxuyana. Aulas iniciam nesta semana.

Pela primeira vez, o Governo do Amapá, vai ofertar, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seed), curso técnico de enfermagem destinado a indígenas. O edital foi lançado em agosto, no auditório do Centro de Educação Profissional Graziela Reis de Souza, em Macapá.

Foram disponibilizadas 30 vagas exclusivas para indígenas das etnias Palikur, Karipuna, Galibi Marworno (Oiapoque), Waiãpi, Apalai, Waiana, Tiriyo e Kaxuyana (Parque do Tumucumaque). As vagas foram divididas entre os povos, e cada liderança indígena indicou as pessoas da sua aldeia para a formação.

O curso é um pedido das lideranças indígenas e foi articulado pela Secretaria Extraordinária dos Povos Indígenas (Sepi) e Seed. De acordo com Eclemilda Macial, gestora da Sepi, a proposta é que com a formação os indígenas trabalhem em suas próprias aldeias.

“Temos poucos técnicos em enfermagem, e quando fazemos processos seletivos, há abandono, porque poucas pessoas querem ficar na aldeia”, destacou.

Formação

O curso começa nesta semana e será ministrado no Graziela Reis de Souza. A duração é de um ano e oito meses. Os indígenas ficarão hospedados em casas de apoio e serão acompanhados pela Sepi. Eles passarão por estágio supervisionado, e vão contar com professores bilíngues, para tradução, quando necessário, e auxílio na comunicação durante todo a duração do curso.

Yane Waiãpi, 22 anos, está ansiosa para começar o curso. Ela e mais três indígenas da aldeia Waiãpi foram escolhidos por terem bastante afinidade com a área da saúde. “Quero muito começar a estudar. É difícil ficar longe de casa, mas, vai valer a pena quando eu estiver formada e puder ajudar a minha própria comunidade”, disse a jovem.

A secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, pontuou que a Seed estuda ofertar novas vagas para o curso após a conclusão da primeira turma de técnicos em enfermagem. “Assim, teremos mais educação e mais saúde para os nossos indígenas. Também vamos averiguar outros cursos de formação técnica”, falou a gestora.


Tags: Amapá AP educação indígena Qualificação e Cidadania