NOTÍCIAS

Distrito Federal 14:15, 17 out 2019 Ao mestre com carinho

Ao mestre com carinho

No seu dia, professores recomendam e contam as histórias dos filmes que os inspiraram a escolher a sala de aula como profissão

O universo da sala de aula tem rendido histórias memoráveis no cinema e na TV. A lista é grande. Vai de Ao Mestre com Carinho,  clássico da década de 60 retratando os desafios de um professor ao lidar com alunos rebeldes, ao recente seriado televisivo Segunda Chamada, que aborda os dilemas dos professores que dão aulas na periferia das grandes cidades. Não raro, tais obras têm inspirado gerações a escolherem o magistério como profissão. Na semana em que se comemora o Dia dos Professores, perguntamos aos mestres qual filme ou série marcou sua vida com essa temática.

“Ao Mestre com Carinho, de James Clavell, inspirou toda uma geração”, lembra a professora aposentada Ada Lima. “A história de um professor que precisa lecionar em uma escola em meio ao desrespeito e à violência mostra que o afeto e a educação são capazes de mudar vidas. A canção do filme To Sir with Love virou um hino e teve até uma tradução para o português”, relembra,  saudosa.

Para Fábio Oliveira, professor da Universidade de Brasília, os versos “Meu capitão, oh, meu capitão”, do poeta americano Walt Whitman, célebres na cena final de Sociedade dos Poetas Mortos, de Peter Weir, são inesquecíveis. “Mais do que conteúdos, o protagonista ensina seus alunos a questionar e valorizar a vida. Lembro-me de ter ficado impactado na primeira vez que o vi e nunca esqueci o significado da expressão em latim ‘Carpe Diem’”, explica Fábio.

Uma película do cinema indiano impressionou o professor do Centro Educacional (CED) 104 do Recanto das Emas e estudante de cinema George Silva ainda na faculdade. “Como Estrelas na Terra – Toda Criança é Especial, de Aamir Khan, conta a história do resgate de uma criança com dificuldades na escola por causa de sua dislexia. O personagem é um menino imaginativo que vai perdendo o interesse pelos estudos na medida em que é reprovado”, resume George.

Já o filme Meu Nome é Rádio foi o mais inspirador para Alessandra Ramalho, orientadora educacional do Centro de Ensino Médio (CEM) 02 de Brazlândia. “Esse filme despertou em mim a necessidade de trabalhar com estudantes especiais, até me especializei em neuropsicopedagogia. Achei fascinante o fato de que o professor pode transformar vidas. Muitos consideram que determinados alunos não têm a capacidade de aprender, mas mesmo com limitações qualquer ser humano é capaz”, assevera Alessandra.

O drama Preciosa: Uma História de Esperança, de Lee Daniels, narra uma história pungente e delicada. O filme é a escolha da professora Karen Lorrane e chamou a atenção para o fato de que a escola tradicional precisa inovar, se quiser contribuir efetivamente para a mudança na sociedade. “A protagonista possui um histórico de abuso sexual e uma trajetória difícil que só pode ser mudada pelo acolhimento de uma escola diferenciada. Eu já era licenciada, mas despertou em mim a necessidade de fazer mais e melhor. Lembrei-me de escolas como a dos Meninos e Meninas do Parque e as classes no sistema prisional. Um desafio diário aos professores”, enfatiza.

Com exceção das obras Ao Mestre com Carinho e Preciosa, os demais filmes recomendados pelos professores na matéria estão disponíveis na Netflix. Confira também outros títulos inspiradores também disponíveis.

Aldenora Moraes, Ascom/SEEDF

Tags: DF Distrito Federal #DF