NOTÍCIAS

Sergipe 16:19, 26 jul 2019 Astronomia no Centro de Excelência Dom Lucino revela talentos e incentiva práticas científicas

Eronildes Bravo, professor Pedro Alexandre Barros, professor
Foto:

Equipe da escola sergipana foi convidada para participar da Mostra Nacional de Foguetes

Por Leonardo Tomaz

Buscando inovar os métodos tradicionais de ensino e aprendizagem, a eletiva ‘Você no Universo´ é uma das atividades extracurriculares que está entrosando a comunidade estudantil do Centro de Excelência Dom Luciano José Cabral Duarte, em Aracaju, com as práticas científicas. O projeto de Astronomia acontece de forma interdimensional, integrando várias disciplinas do currículo escolar, que há três anos é conduzido pelo professor de Física, Tiago Viana do Nascimento.

Desde o início, o projeto já começa a revelar resultados significativos por meio da construção de protótipos, como maquetes do sistema solar, relógio de sol, lunetas, confecção de foguetes de garrafas PET, além da participação efetiva na Olimpíada Brasileira de Física (OBA), que no passado premiou 12 estudantes da unidade dessa ensino.

As potencialidades de cada jovem protagonista são colocadas em prática na eletiva do ensino médio em tempo integral. "Eles têm a oportunidade de acompanhar, executar e sugerir todos os processos que envolvem as experiências", explica o professor Tiago Viana. Para ele, esse método aproxima o estudante, tornando-o mais familiarizado com os temas trabalhados. "Assim, começamos a identificar os alunos engajados com a ciência, os interessados, e a partir daí, vamos oferecendo artifícios de conhecimento para que esse jovem saia daqui com mais instrução. A gente consegue obter resultados muito importantes, tanto nas fases teóricas quanto nas práticas", argumenta. 

Helen Paulina de Jesus Santos, aluna do 3º ano do ensino médio em tempo integral, é uma das jovens cientistas que soube aproveitar o conteúdo do projeto. "Eu sempre gostei dessa área científica e quando vi que o professor Tiago pretendia começar um projeto assim, me inscrevi logo que abriu a seleção. Vejo isso tudo como uma oportunidade fantástica em minha vida. Foi de extrema importância agregar esse conhecimento mais aprofundado", disse a estudante, que participou da eletiva no ano passado.

Educação Interdimensional

O ensino interdimensional é um método usado, principalmente, nas escolas de ensino médio de tempo integral. Visa trabalhar de forma integrada, com diversas disciplinas, o protagonismo, pedagogia da presença e projeto de vida. Na eletiva ‘Você no Universo´, além da Física, Biologia, Química e Matemática, os estudantes do Dom Luciano recebem orientações das disciplinas de História e Geografia.

Atuando de forma permanente nas atividades, o conteúdo de Matemática é conduzido e transmitido pelo professor Pedro Alexandre Barros. Ele afirma que os estudantes conseguem com muita facilidade e criatividade absorver todo o conteúdo trabalhado. "A matemática tem uma contribuição muito relevante nesses experimentos. Primeiro a gente começa a trabalhar os movimentos parabólicos para o lançamento dos foguetes, a ideia da trigonometria, em relação ao relógio solar, trabalhando ângulos e constâncias. A gente consegue ver os alunos muito aguerridos em relação ao conteúdo. Desde quando começamos, o aproveitamento é sempre positivo", relata.

Jornada de Foguetes

Em outubro e novembro de 2019, três estudantes da Eletiva viverão novas experiências com a ciência, na cidade de Barra do Piraí, Rio de Janeiro. Eles foram selecionados para participar da Jornada de Foguetes, inciativa da OBA, que reúne cerca de 100 estudantes do ensino médio e superior, para socializarem experiências.

"Para serem classificados, os estudantes, ao lançarem os foguetes, devem alcançar a maior distância possível, sendo maior que 100m. A equipe que conseguir o melhor resultado será automaticamente selecionada", explica o professor Tiago Viana, que alcançou o resultado e foi selecionado.

A estudante Renata Kailane Dias, aluna do 3º ano, é membro do grupo que venceu a competição e participará da jornada. Feliz com o resultado, ela conta que o projeto foi muito importante para o fortalecimento do seu desempenho escolar. "É um assunto que dificilmente a gente encontra na escola, e para mim, que pretendo seguir a carreira de professora de física, é uma forma de agregar mais conhecimento a minha vida como futura acadêmica".

O jovem protagonista Lucas Reynan Nascimento também faz parte da equipe que participará da Jornada de Foguetes. "Será uma ótima oportunidade para trocarmos experiência com estudantes de todo o país. Estamos felizes com os resultados que obtivemos", conclui o aluno do 3º ano do ensino médio em tempo integral.


Tags: Sergipe SE ENSINO INTEGRAL ASTRONOMIA