NOTÍCIAS

Amapá 13:45, 8 nov 2018 Aulão do Enem atrai estudantes da rede pública e privada para última revisão

Aulão do Enem atrai estudantes da rede pública e privada para última revisão

Teatro das Bacabeiras ficou lotado para revisão de matemática e ciências da natureza, que serão cobradas no próximo domingo, 11, na segunda prova do Enem

Caroline Mesquita

Nos dias 5 e 7 de novembro, o Teatro das Bacabeiras ficou lotado por estudantes das redes pública e privada que fizeram as últimas revisões de conteúdos para a segunda prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O preparatório foi dedicado a resoluções de questões das áreas de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza, que serão cobradas no próximo domingo, 11, no certame.

s ações fazem parte do “Aulão do Enem: as oportunidades só surgem se você as cria”, realizado pelo Governo do Estado do Amapá (GEA) para ajudar estudantes, especialmente da rede estadual, a manter uma boa rotina de estudos e fortalecer conhecimentos para um melhor desempenho no exame. O projeto é executado pelo Núcleo do Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação (NEM/Seed) e conta com 20 professores efetivos da rede estadual.

As aulas fluíram em clima de descontração, momentos para sanar dúvidas, homenagem aos professores que fazem parte do projeto e bastante expectativa para a segunda prova do exame. Os colegas de turma Sávio Silva, 17 anos, e Willian Castro, 18 anos, cursam o 3º ano na Escola Estadual General Azevedo Costa. Eles querem ingressar no curso de Educação Física e Enfermagem, respectivamente. Para eles, o Aulão do Enem é essencial, principalmente, para quem quer ficar bem preparado para o exame, mas não possui condições de pagar um cursinho particular.

“É um projeto muito bacana porque traz professores experientes nas provas do Enem, com método de ensino específico e que nos dá uma boa preparação”, avaliou o estudante Sávio.  “Eu também faço cursinho particular, mas não deixo de vir ao Aulão do Enem porque os professores são bons demais”, comentou Willian.

O foco do Aulão do Enem é para estudantes da rede estadual de ensino, mas as portas estão abertas para todas as pessoas e alunos que queiram participar e somar com o projeto.  Exemplo disso são os vizinhos Amanda Karoliny da Silva e Vinicius Abreu, vestibulandos de Medicina, ambos com 17 anos. Eles participaram da última revisão do preparatório. Ela é estudante da rede privada e ele da rede federal.

“Não sou aluna da rede estadual, mas vejo o Aulão do Enem como uma oportunidade para qualquer pessoa que quer se preparar para o exame gratuitamente. É uma ótima iniciativa porque aqui tem professores excelentes e as aulas são maravilhosas”, considerou Amanda.

Aulão do Enem

O Aulão do Enem existe há três anos. Em 2018, o projeto foi ampliado e consistiu em aulões, realizados a cada duas semanas, aos sábados, em quatro polos de ensino em Macapá: Centro Cultural Franco-Amapaense, Escola Estadual Prof. Gabriel de Almeida Café, Projeto Minha Gente e Centro de Ensino Profissional Josinete de Oliveira Barroso (Cepajob). No período em que se aproxima do exame, as aulas de revisão são ministradas no Teatro das Bacabeiras.

Bailique

O GEA transportou, com recursos próprios, do arquipélago do Bailique, distrito de Macapá, 70 estudantes da rede estadual de ensino para fazerem a prova do Enem 2018. Eles são das escolas estaduais Bosque e Itamatatuba, e pertencem também à Região da Terra Grande e Igarapé Grande.


Tags: Amapá AP