16:58, 24 mar 2015
São Paulo

Bônus para funcionários da Educação será o maior da história em 2015

Foto:

No total, a marca chega a R$ 1 bilhão; 232 mil servidores da Educação serão beneficiados

Em 2015, o governo do Estado de São Paulo pagará o maior bônus da história da rede estadual de ensino. Neste ano, o total bate a marca de R$ 1 bilhão, sendo 42% maior em relação a 2014, quando a marca atingiu a casa dos R$ 700 milhões. O benefício será destinado a mais de 232 mil funcionários da Educação, sendo 186 mil deles professores. O novo valor é proporcional ao recorde registrado no Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp) nos Anos Iniciais e Finais doEnsino Fundamental, além do Ensino Médio.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e noFacebook

Na etapa entre o 1º e o 5º ano, o crescimento do índice foi de 20,2%, saindo de 3,96 registrado em 2010 para 4,76 aferido em 2014. No mesmo período, a média refrente ao 6º e 9º ano saiu de 2,52 para 2,62 (ampliação de 4%). Já no Ensino Médio, o Idesp foi ampliado em 7,2%, passando de 1,80 para 1,93. A média combina os resultados das disciplinas de Matemática e Língua Portuguesa, mensurados no Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp), com taxas de aprovação, reprovação, abandono escolar e índice socioeconômico. Saiba mais. 

O bônus é pago a todos os funcionários, incluindo diretores, professores e equipe de limpeza, das escolas que atingiram ou superaram as metas estabelecidas. É preciso ainda ter atuado, no mínimo, em dois terços do ano, ou seja, ter trabalhado ao menos em 244 dias. No caso de faltas, haverá desconto proporcional no valor do benefício. São permitidas por lei apenas ausências decorrentes de licença-maternidade, licença-paternidade, adoção e férias.

Como é calculado o bônus

O cálculo prevê o pagamento de até 2,9 salários a mais por merecimento. Se atingida a meta do Idesp, o bônus é de 2,4 salários. Se superada a meta, o limite de bônus é de 2,9 salários. Se não atingida a meta, é calculado o avanço da escola proporcional (se avançou, por exemplo, 50% da meta, o bônus é de 1,2 salário). Saiba mais. 


Compartilhar

Outras Notícias