NOTÍCIAS

Maranhão 15:58, 22 fev 2018 Centro Educa Mais Jacira de Oliveira e Silva inicia aulas com acolhida dos novos estudantes

Foto:

Palestras, atividades motivacionais e muita conversa marcaram o início do ano letivo nesta semana, no Centro Educa Mais Jacira de Oliveira e Silva, na cidade de Timon. A solenidade faz parte da abertura da semana de acolhida dos alunos do 1º ano da educação integral e contou com a presença do subsecretário de Estado de Educação, Danilo Moreira; do gestor da Unidade Regional de Timon, professor Regino Nolêto; e da diretora de Ensino, professora Helena Sousa.

A semana de acolhimento é parte da metodologia das escolas de tempo integral. Dezoito estudantes, Jovens Protagonistas, que concluíram o terceiro ano do Ensino Médio Integral no ano passado foram selecionados como exemplo de alunos que incorporaram esse novo modelo de educação, e assumiram a recepção aos novos estudantes.

Nas boas-vindas aos novos estudantes, os jovens protagonistas e acolhedores apresentaram o ambiente escolar, falaram da metodologia de ensino e aprendizagem e de suas vivências na educação em tempo integral, que prima pela autonomia dos jovens, pelo desenvolvimento de suas potencialidades e da capacidade de criar o seu projeto de vida.

Os novos estudantes se surpreenderam com a metodologia de acolhimento. Para Edneya Kethely, de 14 anos, e Gabriel Ícaro, também de 14, o destaque maior destes dois dias de acolhimento foi o incentivo a buscar um futuro cada vez melhor.

“Eu amei meus protagonistas logo de início. Eles nos ensinaram muito e estavam sempre nos incentivando a darmos o nosso melhor e mostrando a importância que é a gente acreditar em si mesmo e ter um sonho para alcançar. Eles fizeram a gente se sentir acolhido, por isso, desejo que o futuro dos Jovens Protagonistas seja incrível e brilhante, pois eles merecem por serem quem são, no cotidiano”, comentou.

“A recepção foi muito além do que eu esperava. O que eu mais gostei foi a interação da turma nos aprendizados, porque todos estavam bem interessados. Por isso, estou muito animado para estudar na escola de tempo integral”, pontuou Ícaro Gabriel.

Além dos 18 Jovens Protagonistas que concluíram o Ensino Médio no Jacira, foram convidados ainda dois Jovens Protagonistas de Pernambuco: Wallison Richard e Ana Clara.

“Normalmente, quando as pessoas entram na escola, elas não se sentem parte da escola e a palavra acolhimento, que a gente tanto fala, é de fato acolher o aluno para que ele possa se sentir pertencente à escola. Por isso estimulamos que o estudante crie o seu projeto de vida para mostrá-lo que é possível sonhar e transformar a sua vida por meio da educação. Além disso, a gente trabalha muito com a questão da comunidade escolar e família, mostrando a estes novos estudantes que não só a escola é a ponte para uma mudança de vida”, explicou Wallison.

“A gente tem sete turmas de 1ª série do Ensino Médio, então dividimos as salas por cores e distribuímos estes novos alunos que estão desde segunda-feira à tarde assistindo aula com os Jovens Protagonistas. Na sala de aula, eles estão vendo, por exemplo, as regras da escola; o projeto de vida deles; o que deu certo na vida destes protagonistas e o que não deu certo para que não deixe acontecer com estes jovens que estão ingressando na 1ª série. Então, na culminância desta terça-feira, eles se organizaram com músicas, peças teatrais, poesias, depoimentos já com essa vivência do dia a dia da escola”, destacou a professora Ieda Amorim, coordenadora do Departamento de Artes do Jacira de Oliveira e Silva.

O subsecretário de Estado de Educação, Danilo Moreira, aproveitou para cumprimentar os novos alunos do Jacira e destacou que o modelo da acolhida e das pessoas que conduziram este momento já diz muito do que se espera da escola de tempo integral.

“A gente deseja que na escola de tempo integral e, claro, em toda a nossa rede, cada estudante seja, de fato, o ator principal da educação. Então é muito bom que vocês estejam aqui e que tenham jovens protagonistas conduzindo a acolhida de vocês, porque quem melhor do que vocês para falar com vocês mesmo, ou seja, na mesma linguagem e na mesma faixa etária. Eu espero que todos aproveitem muito a escola de tempo integral. É uma experiência e aprendizado deste Governo. Infelizmente, não é uma política pública que existe no Maranhão há muitos anos”, relatou o subsecretário.

O subsecretário enfatizou, ainda, a mudança ocorrida em três anos de Governo. “Quando nós assumimos em 2015, saímos do zero e hoje já temos 49 escolas e institutos educacionais de tempo integral. Todos nós da Seduc temos um carinho muito grande por esta escola, mesmo de longe, e que este carinho vocês, novos alunos, também tenham com a escola, professores, colegas, gestores e todos que fazem parte desta comunidade escolar. Desejo a todos muitas alegrias e muito conhecimento durante os próximos anos. Em nome do governador Flávio Dino e do secretário Felipe Camarão, desejo boas-vindas a todos vocês”, concluiu Danilo.


Tags: Maranhão Educação MA Seduc