NOTÍCIAS

Tocantins 17:58, 20 nov 2020 Disciplinas eletivas são debatidas na 8ª Roda de Conversa das Escolas Jovem em Ação

Em live sobre disciplinas eletivas, profissionais debatem sobre protagonismo
Foto: Divulgação Dicom Seduc

Participaram do debate sobre as disciplinas eletivas quatro diretorias regionais de educação envolvendo coordenadores pedagógicos, coordenadores de áreas e estudantes


Abrão de Sousa/Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) realizou nesta sexta-feira, 20, às 9h, a VIII Roda de Conversa Escola Jovem em Ação 2020, para debater a importância das disciplinas eletivas na vida dos estudantes das Escolas Jovem em Ação.

Contribuíram com o debate como convidados a professora Josenilce Flores, coordenadora pedagógica do Colégio Estadual Joana Batista Cordeiro, de Arraias; Ane Lise Furlan, coordenadora de área de Linguagens do Centro de Ensino Médio Bom Jesus, de Gurupi; Luiz Antônio de Sousa, coordenador pedagógico, do Centro de Ensino Médio Oquerlina Torres, de Guaraí; Andressa Layssa, estudante do Centro de Ensino Médio Oquerlina Torres, de Guaraí.

O evento foi mediado por Ledjasse Viana, assessora de Educação Integral da Diretoria Regional de Educação de Gurupi; e Elismeire Neves Pinheiro da Diretoria Regional de Educação de Dianópolis.

Adriana Aguiar, secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, elogiou as ações desenvolvidas pelas Escolas Jovem em Ação. “Percebo a integração das equipes das Escolas Jovem em Ação e das diretorias regionais de educação. Parabenizo todas as Escolas Jovem em Ação e todas as equipes envolvidas nesse trabalho. Nesse período de distanciameneto social, as metodologias estão sendo desenvolvidas, garantindo que os estudantes consigam passar por essa situação com mais leveza. A participação de todos é brilhante, desejo um excelente trabalho cheio de vitórias”, enfatizou.

Josenilce Flores destaca a importância das eletivas na vida dos estudantes. “Com as eletivas, os estudantes adquirem o conhecimento para ser aplicado em situações práticas no seu cotidiano. Nesse período de distanciamento social, o tratamento dado às aulas com esse tema envolvendo as eletivas tornam o estudante mais autônomo. É bonito quando os estudantes pegam o roteiro de atividade, e por si mesmos realizam a pesquisa, quando encontram alguma dificuldade e questionam com seus professores. O estudante consegue ser autodidata. Ele é um protagonista”, pontuou.

Ane Lise Furlan, coordenadora de área de linguagens, relata sobre as ações desenvolvidas nas disciplinas eletivas. “Explorando a nossa criatividade em tempo de pandemia foi o tema trabalhado via WhatsApp, Classrom e Google Meet. Outra ideia também que estamos trabalhando é assistir a lives e séries; trabalhamos também com dicas para cuidar da beleza e da saúde. Exploramos os materiais que temos a nossa disposição em nossas casas. É muito prazeroso e motivador trabalhar com as eletivas”, pontuou.

Andressa Layssa, líder de turma no Centro de Ensino Médio Oquerlina Torres, de Guaraí, fala de sua experiência como estudante da Escola Jovem em Ação. “Participei das eletivas envolvendo música, arte e redação. Estávamos ansiosos para escrever, principalmente sobre músicas. O nome da eletiva, inicialmente, foi ‘Aumente o som e sinta a emoção’. Queríamos passar essa emoção para as pessoas. Mas com a pandemia, trocamos o assunto para tratarmos sobre depressão, estresse envolvendo outras disciplinas, pois no distanciamento social, as pessoas poderiam desenvolver esse tipo de problema. Finalizamos o projeto com uma roda de conversa sobre nossa caminhada em tempo de pandemia. Foi excelente o trabalho”, pontuou.

Luiz Antônio de Souza, coordenador pedagógico do Centro de Ensino Médio Oquerlina Torres, de Guaraí, explica como funciona a escolha das eletivas. “O projeto de vida faz parte do cotidiano do estudantes. A ideia das eletivas é tornar os estudantes protagonistas. Eles são envolvidos pelos professores na escolha dos temas que envolvem duas ou três disciplinas para a construção do seu projeto de vida, que envolve o debate para a escolha do nome da eletiva, sendo que cada aluno tem a liberdade para expor sua ideia e expectativa sobre o que estudar ”, concluiu.


Tags: Tocantins TO