NOTÍCIAS

Sergipe 17:24, 22 out 2020 Educação Sergipe capacita merendeiros para a retomada das aulas presenciais

Ednéia Sobral Esteli, nutricionista
Foto:

A capacitação faz parte das diretrizes sanitárias e de gestão de pessoas que a Seduc estabeleceu para assegurar um retorno às aulas de maneira segura

Uma das linhas de atuação adotada pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), para atender à demanda oriunda do retorno às aulas presenciais no período de pandemia de Covid-19, passa pela capacitação de profissionais para que se adequem ao trabalho nas unidades escolares mediante o novo cenário. Desta forma, a Seduc inicia nesta segunda-feira, 26, uma capacitação direcionada às merendeiras e merendeiros das escolas da Rede Pública Estadual de Ensino.

De 26 a 29 de outubro, os profissionais que manipulam alimentos nas unidades circunscritas à Diretoria de Educação de Aracaju e as Diretorias Regionais de Educação 2 e 3, participarão da capacitação ministrada pelos nutricionistas do Departamento de Alimentação Escolar (DAE), via sala virtual. O segundo grupo será capacitado entre os dias 4 e 6 de novembro, tendo como público-alvo as Riretorias Regionais de Educação 4, 5, 7, 8 e 9. As Diretorias Regionais de Educação 1 e 6 foram capacitadas nos meses anteriores também pela equipe de nutricionistas do DAE.

“A equipe de nutricionistas do DAE responderá a questionamentos de como receber, armazenar os alimentos, quais os cuidados para higienizar e evitar contaminação no momento em que o alimento chega até a unidade, e, após, no preparo das refeições para os alunos, bem como na distribuição no refeitório, respeitando o distanciamento”, explica a diretora do DAE, Edneia Sobral.

A capacitação faz parte das diretrizes sanitárias e de gestão de pessoas que a Seduc estabeleceu para assegurar um retorno às aulas de maneira segura. Assim, além da capacitação, os merendeiros e merendeiras deverão estar paramentados com equipamentos de proteção individual.

De acordo com Esteli Mendonça, chefe do setor de Nutrição do DAE, as capacitações ocorrem anualmente envolvendo todas as merendeiras e merendeiros escolares, um quantitativo aproximado de 1.159 profissionais. Este ano, o retorno das aulas presenciais demandou outro aperfeiçoamento seguindo e fortalecendo os protocolos de segurança no manejo e preparo dos alimentos. “O objetivo principal é tratar sobre as boas práticas de manipulação de alimentos. Vamos abordar a maneira correta de manipulação, de forma segura e higiênica”, disse Esteli, acrescentando que todos os profissionais envolvidos no recebimento de alimentos nas unidades escolares, estoque, manipulação e armazenamento devem participar da capacitação.

O treinamento será online, com duração de duas horas em cada dia. Aqueles profissionais que não tiverem facilidade em utilizar os aplicativos de sala virtual deverão participar da capacitação em uma sala montada e disponibilizada pelas Diretorias Regionais de Educação.