NOTÍCIAS

Infraestrutura Escolar 18:41, 12 jan 2021 Escola de Teresina de Goiás, construída em 1970, passará por reforma de R$ 1,6 milhão

Escola de Teresina de Goiás, construída em 1970, passará por reforma de R$ 1,6 milhão

A secretária da Educação, Fátima Gavioli, visitou a unidade em 2019 e encontrou problemas como rachaduras, goteiras e incapacidade elétrica para instalação de ar-condicionado

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação, autorizou, nesta segunda-feira (4/1), ordem de serviço para a reforma e ampliação da Escola Estadual Joaquim de Souza Fagundes, em Teresina de Goiás. A unidade escolar terá uma nova cozinha com refeitório, quadra coberta, novas salas de aula, novos sanitários e terá toda a rede elétrica trocada. Além disso, todo o telhado será revisado e a unidade vai passar por adequações de acessibilidade.

A obra, orçada em R$ 1.632.869,62, atende um antigo clamor da comunidade escolar. Em setembro de 2019, a secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, visitou a escola e se surpreendeu com o fato de os alunos estudarem fora da sala de aula, debaixo de um pé de manga, por causa do calor excessivo.

O gestor da unidade, Pedro Gonzaga da Cruz, explicou que a rede elétrica da escola não suportava a instalação de ar-condicionado. Com a reforma, a Escola Estadual Joaquim de Souza Fagundes poderá receber a instalação dos aparelhos, para conforto dos alunos e dos professores. “Agora que vai ter a reforma, a gente vai tomar as providências e fazer as solicitações para adquirir e instalar os aparelhos”, afirmou.

Fundado na década de 70, o colégio possui duas partes – uma de alvenaria e uma de placa. Por ser muito antiga, toda a estrutura está com goteiras, piso desgastado e rachaduras nas paredes. “Quando a secretária veio aqui, ela viu com os próprios olhos e entendeu a nossa realidade”, contou o gestor. “Desde então começou esse processo para reformar a escola”.

Nova quadra coberta

Sobre a construção de uma nova quadra na unidade, o diretor garante que seus 400 alunos ficarão muito felizes com a mudança. “A quadra coberta é o sonho dos alunos”, comentou demonstrando alegria.

A escola vai ganhar, ainda, uma Biblioteca e uma sala de professores, que também representa uma conquista para a unidade.

Programa Reformar

Dentro dos programas Reformar I e II, lançados respectivamente em dezembro de 2019 e outubro de 2020, a unidade também recebeu R$ 57 mil para pequenos reparos estruturais. O valor foi investido em reformas na entrada da escola, no piso do pátio e na construção de um jardim na área comum. “Esse programa deu uma cara nova para a escola. Todo mundo gostou. Essa ação é boa demais e espero que continue, para a gente continuar melhorando nossa escola”, afirmou o diretor.


Tags: GO Fátima Gavioli Governo de Goiás Ronaldo Caiado Infraestrutura Escolar