NOTÍCIAS

Amazonas 12:17, 18 out 2019 Escola do Amazonas promove Feira Literarte

Escola do Amazonas promove Feira Literarte

O objetivo é estimular os estudantes a pensarem criticamente sobre assuntos como poluição ambiental, homofobia e suicídio

Temas sociais estão sendo discutidos pelos alunos do Ensino Médio na Feira Literarte, promovida pela Escola Estadual Ruth Prestes, zona norte da capital. O objetivo é estimular os estudantes a pensarem criticamente sobre assuntos como poluição ambiental, homofobia e suicídio, e porem em prática ações para combatê-los. Na quarta-feira (16/10), o 1º ano se apresentou. Nesta quinta e sexta-feira (17 e 18/10), é a vez do 2º e 3º ano, respectivamente.

A professora Gisele dos Santos, uma das coordenadoras da Feira, disse que neste ano foi adotado o sistema de apresentação coletiva no pátio da escola, para que os avaliadores possam assistir a todas as apresentações. Até o ano passado, cada turma fazia em sua própria sala. No entanto, a mudança só ocorreu no turno vespertino, no turno matutino seguem as apresentações nas salas de aula.

“Este ano, a temática é músicas contemporâneas, sociais e de protesto. A gente aderiu a esse tema porque é o que está mais em voga. A questão da homofobia, racismo e feminicídio fazem parte da realidade deles. Eles dão dados, por exemplo, de violência contra a mulher e depois fazem a dramatização. O objetivo é fazê-los cidadãos críticos, para não estarem de olhos fechados”, pontua a professora.

Realismo – Samily Pinheiro, de 16 anos, é aluna do 2º ano. Ela contou que a turma vai abordar o suicídio, assunto que permeia a escola depois que uma aluna cometeu o ato, há cerca de cinco meses. Ela diz que, depois do ocorrido, os colegas começaram a falar mais sobre o assunto e buscam ser mais empáticos.

“Vai ser bem realista, com a música ‘Tente outra vez’, do Raul Seixas, para incentivar as pessoas a não se suicidarem e a terem mais motivação para viver. Acho que as pessoas ficam mais reflexivas, pois aqui tem muita gente solitária, com medo de desabafar, até porque tem certas pessoas ignorantes e preconceituosas, que acham que é uma bobagem”, avalia a estudante.

Fotos: Eduardo Cavalcante/Seduc-AM


Tags: Amazonas AM Feira Literarte