NOTÍCIAS

Tocantins 12:20, 26 fev 2021 Escola Estadual Vila União é a quinta unidade a contar com modelo Cívico-Militar no Tocantins

: A comunidade aprovou e a Escola Estadual Vila União passa a contar com o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares Adriana Aguiar destacou que o modelo é centrado na melhoria de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa Para a diretora da Escola Vila União, Luzeni Lourenço de Araújo Correia, a comunidade será beneficiada com a implantação do Programa Marizania Pereira estudou na Escola Vila União acredita que a mudança irá melhorar contribuir para a aprendizagem de seu filho, Júnior
Foto: Marcio Vieira/Governo do Tocantins

Os pais, estudantes e profissionais da Escola se manifestaram a favor da implantação do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, do Governo Federal

Guilherme Gandara/Governo do Tocantins

Em consulta pública realizada pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), nesta quarta-feira, 17, a comunidade da Escola Estadual Vila União, de Palmas, aprovou a implantação do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim). A unidade, que atende a cerca de 167 estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, será a quinta do Tocantins a ofertar a metodologia de ensino.

O Pecim é uma ação do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, que visa contribuir para a melhoria da Educação Básica do Brasil, a partir da implantação do modelo MEC de Escolas Cívico-Militares (Ecim).

A titular da Seduc, Adriana Aguiar, destacou que o modelo é centrado na melhoria de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa.

“A parte pedagógica da escola continua com os currículos orientados pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A diferença são os investimentos financeiros que serão destinados a melhorias na estrutura da unidade, além do apoio da disciplina militar. É um trabalho conjunto que já mostra resultados positivos e que irá proporcionar novos benefícios a comunidade da Escola Estadual Vila União”, enfatizou.

Na ocasião, o chefe do Estado Maior, Wesley Borges Costa, também destacou pontos que irão contribuir positivamente na rotina da escola.

"O Programa é focado em um conjunto de ações direcionadas a gestão de excelência, fomentando uma melhoria em todas as áreas da gestão escolar. São objetivos a melhoria do ambiente escolar para contribuir com a redução dos índices de violência na  e de evasão, além de valorizar os profissionais, promover melhoria da infraestrutura, transparência e eficiência na administração", destacou.

Escolas Cívico-Militar do Tocantins

Em 2019, os Estados começaram a aderir ao Pecim e com a realização das consultas públicas à comunidade escolar das unidades de ensino para a implantação da fase piloto do Programa. Em 2020, três unidades de ensino, do Tocantins, aderiram ao modelo de Escola Cívico-Militares proposto pelo MEC: Escola Estadual Maria dos Reis Alves Barros, de Palmas; Escola Estadual Hercília Carvalho da Silva, de Gurupi; e a Escola Estadual São José Operário, de Paraíso. Na última segunda-feira, 15, a comunidade escolar do Colégio Estadual Tiradentes, em Formoso do Araguaia, aprovou a implantação da quarta Escola Cívico-Militar do Tocantins, em consulta realizada.

O programa é direcionado a unidades de ensino que contam com alunos em situação de vulnerabilidade social e com desempenho abaixo da média estadual no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Com a adesão ao programa, a unidade continua com seus currículos orientados pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), porém passa a contar com aportes financeiros para melhorias na estrutura e com a disciplina (norma de conduta) militar.

Comunidade

Para a diretora da Escola Vila União, Luzeni Lourenço de Araújo Correia, a comunidade será beneficiada com a implantação do Programa.

"Não imaginávamos que poderíamos ser escolhidos para ofertar esse modelo novo, mas estamos ansiosos pelo seu desenvolvimento. Precisávamos desse incentivo e parceria focados na aprendizagem disciplinada. Temos certeza que toda a comunidade só tem a ganhar com essa união".

As expectativas dos pais também são as melhores possíveis. Marizania Pereira estudou na Escola Vila União e agora é mãe de Orivaldo Júnior, que cursa o 8º ano do ensino fundamental na unidade. Para ela, a mudança é fundamental.

"Eu vi as transformações dessa escola, de quando eu estudei até agora que meu filho é aluno e estou contente com a mudança. Eu planejava matricular o Junior em uma escola militar e com a chegada do modelo a nossa comunidade, o sonho se concretiza", pontuou.

A consulta pública contou, ainda, com apresentação da Orquestra Sinfônica de Cordas Vila União, sob a regência do maestro Teogênes de Sá.

Autoridades

Na tribuna de honra estavam a titular da Seduc, professora Adriana Aguiar;  o chefe de Estado Maior da Polícia Militar do Tocantins coronel, Wesley Borges Costa; a presidente da câmara municipal de Palmas – Janad Valcari; o secretário Executivo e presidente do Conselho Estadual de Educação, Robson Vila Nova; a diretora regional de Educação de Palmas, professora Maristélia Alves Santos; a diretora da Escola Estadual Vila União, professora Luzeni Lourenço de Araújo Correia; e o representante do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim), capitão Fernando Gomes Oliveira.

Tags: Tocantins TO Seduc TO PECIM Colégio Cívico-Militar Escola Estadual Vila União