NOTÍCIAS

Secretaria de Educação do Rio de Janeiro 16:40, 13 fev 2020 Escola pública desenvolve projeto “Carbono Zero”

Divulgação
Foto: Divulgação

Iniciativa concedeu selo inédito à escola pública de Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro

Devido à preocupação com a quantidade das emissões de gases de efeito estufa para atmosfera, o Colégio Estadual David Capistrano, em Niterói, desenvolveu atividades coletivas com o objetivo de gerar consciência acerca do aquecimento global.

O projeto "Carbono Zero" prevê o cálculo de quanto uma instituição emite de carbono durante o ano. Ainda é feito um programa de educação ambiental, onde toda comunidade escolar é envolvida em ações sustentáveis. Após ter aplicado essa metodologia, a instituição de ensino foi a primeira no país a receber o selo "Carbono Zero" concedido pelo Projeto de Reflorestamento Integrado da Mata Atlântica (Prima), em 2007.

A escola tem o costume de visitar muitas reservas biológicas, fazendo uso das verbas repassadas pela Secretaria de Estado de Educação. Numa dessas visitas, na reserva de Sana, em Macaé, houve o plantio de 130 árvores. O objetivo era de fazer a compensação, já que as árvores capturam o carbono e incorporam a sua biomassa.

O projeto voltou a ser administrado com ênfase, graças à diretora Neide Maria Bessa, principal entusiasta da iniciativa. Os alunos são orientados a praticarem algumas medidas simples do cotidiano, como economia de água e luz. Além disso, foi criado um jardim dentro da unidade escolar, onde os estudantes auxiliam na sua preservação.

Segundo o secretário de Estado de Educação do Rio de Janeiro, Pedro Fernandes, a pasta sempre busca apoiar e divulgar as atividades produzidas por colégios da rede estadual.

– Todos os projetos desenvolvidos pelas escolas têm o nosso incentivo, ainda mais iniciativas como essa, pois sabemos a importância de estimular práticas ambientais e de sustentabilidade aos nossos alunos – declarou Pedro Fernandes.

Tags: RJ Secretaria de Educação do Rio de Janeiro