NOTÍCIAS

Educação Financeira 11:48, 21 mai 2018 Escola pública do Rio de Janeiro participa da Semana Nacional de Educação Financeira

Divulgação/SeeducRJ
Foto: Divulgação/SeeducRJ

Ciep 303 – Ayrton Senna da Silva recebeu especialistas para debater o assunto

O Ciep 303 – Ayrton Senna da Silva, em São Conrado, Zona Sul do Rio de Janeiro, participou da programação da 5ª Semana Nacional de Educação Financeira (Enef) e promoveu, nesta quarta-feira, dia 16, diversas atividades para alunos e para a comunidade. A escola, localizada na Rocinha, é uma das unidades de referência da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) no ensino da Educação Financeira.

Os especialistas tiraram dúvidas sobre planejamento e mercado financeiro, apresentaram suas trajetórias de vida e experiências e debateram outras questões. Uma das palestras reuniu 400 alunos. A Enef começou nesta segunda-feira, dia 14, segue até 20 de maio e tem como objetivo promover a conscientização e destacar a importância do planejamento financeiro.

Educação Financeira se aprende na escola

Todo consumidor pensa em formas de economizar e planejar seus gastos. Seja no meio familiar, na hora de fazer compras no supermercado, em seus programas de fim de semana e de lazer ou em outras atividades. Quando questões financeiras são abordadas em sala de aula para jovens alunos, a possibilidade de formar consumidores conscientes é grande.

Neste contexto, algumas unidades de ensino da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) do Rio de Janeiro desenvolvem o Programa Educação Financeira nas Escolas e, também desenvolvem conteúdos relacionados ao Empreendedorismo. Os temas abordados em sala de aula abordam vida familiar cotidiana, vida social, mercado de trabalho, empreendedorismo, grandes projetos, serviços públicos, previdência social, salário mínimo, entre outros assuntos.

O Ciep 303 – Ayrton Senna da Silva é uma das escolas da rede pública estadual de ensino que desenvolve o Programa de Educação Financeira. A coordenadora da proposta nesta unidade de ensino, Laura Coutinho, explica que as aulas são ministradas por professores de diversas disciplinas, como Português, Matemática, Biologia e Filosofia, que elaboram o conteúdo de forma adequada ao contexto das turmas e dos alunos. 

– Uma das orientações mais importantes que falo aos alunos é que façam as seguintes perguntas antes de comprar: “eu preciso; eu posso pagar; precisa ser hoje ou agora?”.  Sabemos que existem várias “armadilhas” na hora de comprar e saber fugir ou identificá-las é essencial – destaca a professora.

Tags: Educação Financeira RJ