11:51, 25 nov 2015
Santa Catarina

Escolas catarinenses definem esta semana seus novos diretores

Foto: Thiago Marthendal

A próxima quinta-feira, 26, e sexta-feira, 27, serão movimentadas nas 1.091 escolas estaduais. Pais, professores, alunos e servidores irão às urnas para escolher o Plano de Gestão Escolar que definirá o rumo da escola durante os próximos 4 anos. O autor do Plano mais votado será o diretor da escola pelo período e terá que cumprir o que está no papel.

“O Plano de Gestão Escolar é documento fundamental no sentido de planejar a priori a gestão, de submetê-lo à apreciação da comunidade em processo democrático de escolha de direção de escola. Pela primeira vez depois de muitos anos teremos a seleção dos diretores por meio da escolha do Plano de Gestão Escolar. Queremos melhorar ainda mais o trabalho desenvolvido nas escolas e, para isso, contamos com o apoio e voto de toda comunidade escolar”, comenta o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps.

Para participar da seleção, os profissionais da educação que atuam nas escolas e interessados em ser diretor tiveram um ano de trabalho intenso na área de gestão. O primeiro passo foi fazer um curso de Gestão Escolar e, posteriormente, elaborar o seu próprio Plano, com as ações e os trabalhos propostos para os próximos 4 anos na unidade escolar.

Os projetos inscritos passaram pela análise da comissão regional, que observou, principalmente, se o plano atende aos requisitos obrigatórios expostos em decreto. Na sequência, os planos foram avaliados pelo grupo de consultores selecionados pela Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese) para receber sugestões e recomendações de aprimoramento, caso necessário. A partir daí iniciou-se o processo de defesa pública direcionando, assim, a última e decisiva etapa: a votação nos dias 26 ou 27 de novembro, dependendo da definição da escola.

 “Buscamos ao longo deste ano orientar e repessar todas as informações necessárias para chegarmos efetivamente à seleção do melhor Plano de Gestão Escolar para cada uma das unidades escolares. Mudamos, assim, a forma de gestão nas escolas da rede estadual, valorizando a participação da comunidade escolar nos processos de planejamento e decisão, no aperfeiçoamento da gestão democrática e na transparência das ações pedagógica e administrativa a serem desenvolvidas nos próximos anos”, destaca a coordenadora de Gestão Escolar da SED, Maristela Fagherazzi.

O autor do Plano de Gestão escolhido assume a direção da escola no dia 4 de janeiro de 2016.


Compartilhar

Outras Notícias