15:41, 19 fev 2016
Paraná

Escolas do Paraná participam de ações de combate ao Aedes aegypti

Foto: Hedeson Alves/SEED-PR

As escolas municipais e estaduais do Paraná iniciaram nesta sexta-feira (19) a campanha nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. A campanha Zika Zero, promovida pelo Governo Federal, vai reunir toda a sociedade para a conscientização e combate à proliferação do mosquito. No Paraná, as ações serão promovidas de maneira intersecretarial em todas as escolas da rede estadual de ensino.

A campanha acontece em todo o país e tem como objetivo eliminar os focos de reprodução do mosquito por meio da mobilização dos professores, gestores escolares e estudantes.

O início da campanha no Paraná, com a participação do ministro do Esporte, George Hilton, foi no Colégio Estadual Homero Baptista de Barros, no bairro Capão Raso, em Curitiba, e terá continuidade em todas as 2.100 escolas da rede estadual de ensino a partir do dia 29, quando inicia do ano letivo. “Vamos realizar um trabalho de conscientização e combate ao mosquito em parceria com todos os órgãos do governo do Estado nas escolas, para que os alunos exerçam o papel de multiplicadores de conhecimento e juntos possamos erradicar os focos do mosquito”, disse a superintendente da Educação, Fabiana Campos.

O ministro do Esporte, George Hilton, destacou a importância do trabalho ser realizado nas escolas. “A escola é um local com formadores de opinião. Somando forças podemos levar a toda população a informação necessária para formarmos um exército de combate ao vírus da zika, dengue e a febre chikungunya”, afirmou o ministro.

No Colégio Estadual Homero de Barros, os estudantes já sabem o que fazer para combater o mosquito. “O nosso trabalho agora é compartilhar as informações necessárias para combatermos o mosquito dentro da escola, em nossas casas e nosso bairro, através das redes sociais ou em conversas pessoalmente”, disse o aluno Luan Azevedo, 17 anos, do 3° ano do ensino médio, presidente do Grêmio Estudantil.

O trabalho de combate ao mosquito na escola já começou. Direção e professores se reuniram para elaborar um projeto com ações que serão desenvolvidas pelos estudantes nos bairros ao redor do colégio. “A escola tem esse compromisso de atuar junto com a comunidade. Por isso decidimos criar um projeto com várias ações para conscientizar a população e acabarmos com as ameaças geradas pelo Aedes aegypti em nossa região”, contou o diretor do colégio, Celson Wesley Ribas.

ENVOLVIMENTO DE TODOS – A campanha é realizada simultaneamente em todas as escolas da rede pública do país, com várias ações para conscientizar a população sobre a importância de prevenir e combater o mosquito. Nas escolas a campanha será desenvolvida com palestras, materiais de esclarecimento e formação de grupos de mobilizadores sociais que irão levar informações à comunidade escolar.

Compartilhar

Outras Notícias