NOTÍCIAS

Combate à Dengue 10:06, 24 fev 2016 Escolas estaduais se mobilizam no combate ao mosquito

Escolas estaduais se mobilizam no combate ao mosquito Escolas estaduais se mobilizam no combate ao mosquito. Escolas estaduais se mobilizam no combate ao mosquito .
Foto: Assessoria Seduc-MT

​Os estudantes Rafaela Correia de Jesus, 16 anos, e Matheus Figueiredo, 15, já sabem como fazer para acabar com o Aedes aegypti e são multiplicadores da informação na guerra contra o mosquito. Eles e os demais alunos da Escola Estadual Leovegildo de Mello, em Cuiabá, se uniram esta semana para realizar um mutirão de limpeza na unidade escolar, com o apoio de pais e professores. “Foi um bom trabalho, que envolveu toda a comunidade. O mosquito mata, então não pode nascer, e a responsabilidade tem de ser de todos”, alertou Rafaela.

Para Matheus é preciso que toda a sociedade tenha atitudes e comportamentos adequados, garantindo a eliminação do vetor para além dos muros das escolas. “Nossa escola está limpa agora, mas se você passar por alguns lugares, terrenos baldios e sujos e até mesmo na praça do bairro vai encontrar lixo, garrafas, copos e outros objetos que têm potencial para acumular criadores do mosquito”.

A diretora Josimeire Pinto de Queiroz explica que o trabalho teve início na terça-feira (16.02) com a mobilização dos alunos do Ensino Médio para a realização da limpeza e retirada de materiais inservíveis do pátio, que ficou a cargo da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc). “Sabemos que a prevenção é a única forma de eliminar de vez este perigoso inseto”.

Segundo a gestora, os estudantes estão preparados para novas ações que serão realizadas em breve, inclusive com cartazes e panfletos. “A meta é continuar as ações pedagógicas com coordenadores e professores em sala de aula e no entorno da escola”.

A ação na unidade escolar fez parte da Mobilização Nacional da Educação contra o Aedes aegypti, que envolve professores, diretores, agentes de saúde e da vigilância sanitária, Forças Armadas e Corpo de Bombeiros. A campanha é de conscientização e orientação para o combate aos criadouros e vai continuar durante todo o ano nas redes educacionais do país.

Dia D

Para marcar o Dia D, na manhã desta sexta-feira (19.02) a Seduc realizou uma ação compartilhada com a gestão da Escola Leovegildo de Mello e outros órgãos envolvidos no combate ao mosquito. A intenção é que as informações sejam replicadas de forma rápida e eficaz para as famílias dos estudantes e comunidade, aumentando assim o contingente de pessoas engajadas.

Agentes de Controle de Endemias do município de Cuiabá também falaram sobre a importância de eliminar os focos e realizaram o trabalho de vistoria e de aplicação de larvicidas em reservatórios de água. “Esta é uma atividade do dia a dia das nossas equipes. Buscamos orientar, mostrar os possíveis locais de criadouro, vistoriar o terreno”, ressalta a supervisora Janaina Pacheco, frisando que escolas são consideradas pontos estratégicos. Além disso, estão intensificando as vistorias em outras regiões consideradas estratégicas, ou seja, nos bairros com maiores índices de infestação e notificações de casos.

“Foi um evento que promoveu a integração entre os membros escolares, a comunidade, profissionais de saúde e instituições para orientar sobre a manutenção e prevenção no ambiente escolar, a fim de erradicar a proliferação da praga”, informou o superintendente de Formação dos Profissionais da Educação da Seduc, Otair Rodrigues Filho, que está coordenando todo este trabalho na rede estadual de ensino.

Segundo ele, a Seduc enviou para todas as unidades da rede um material orientativo sobre como as escolas devem trabalhar o tema e os conceitos da prevenção em sala de aula, de forma interdisciplinar, durante o ano letivo e também na realização de ações concretas no espaço físico.

Outra medida foi a destinação de verba emergencial de até R$ 4 mil para escolas para que elas realizem limpeza e retira de materiais não utilizados e lixo acumulado. Os valores devem ser repassados nos próximos dias.

Parceiros

Participaram ainda do evento o Ten. Cel. Luiz Gustavo Larica, do Exército Brasileiro; o Ten. Cel. Ramao Correa Barbosa, Bombeiro Militar da Defesa Civil​; a coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental, Ludmila Sophia de Souza, da Secretaria de Estado de Saúde; entre outros.

Zika zero

Na manhã desta sexta-feira, o secretário de Estado de Educação, Permínio Pinto, participou do pontapé da campanha promovida pela rede de ensino da Capital. Ele reforçou a atuação da Seduc para combater o mosquito e as mudanças que cada cidadão deve promover para evitar a proliferação do inseto.


Viviane Saggin
Assessoria Seduc-MT


Tags: MT seducmt Combate à Dengue