15:09, 23 jan 2017
Estudantes

Estudantes Paraenses reescrevem Contos dos Irmãos Grimm

Foto: Portal Seduc

Os personagens criados pelos Irmãos Grimm saíram das páginas dos livros clássicos da literatura infanto-juvenil e desembarcaram nas ruas, casas e lugares do bairro do Curuçambá, em Ananindeua, na Grande Belém. Essa situação somente é possível graças ao livro “Era uma vez no Príncipe – contos dos Irmãos Grimm recontados por alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Príncipe da Paz”. Por meio de histórias elaboradas por 40 estudantes do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental II, Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve e a Bela Adormecida, por exemplo, transitam em um cenário onde pontuam frutos, como o açaí e a manga, ilhas do entorno de Belém, o rio Maguari, pescadores, agricultores, muitos dos pais dos alunos, e outros itens típicos do Curuçambá.

A aproximação dos personagens com os alunos ou melhor dos estudantes com os personagens funcionou como ponte para que meninos e meninas, de 8 a 12 anos de idade, praticassem a leitura, interpretação de textos e escrevessem suas próprias histórias, como informou ontem a professora de Língua Portuguesa, Suely Lobato, coordenadora do projeto.

Em junho de 2016, a professora Suely coordenou a leitura dos livros dos Irmãos Grimm. “Eles desenharam, pintaram figuras dos personagens assistiram a alguns filmes e aí trabalharam a escrita. A ideia do projeto era relacionar os 400 anos da fundação de Belém ao estudo da língua portuguesa. E aí decidimos aproveitar o bairro do Curuçambá, onde os estudantes moram, como cenário da recontagem dos contos. Os alunos gostaram”, afirmou a professora Suely Lobato. Foram impressos 80 exemplares do livro, o qual foi distribuído entre os estudantes, pais de alunos e destinado também para a biblioteca da escola.

Possibilidades - Os estudantes gostaram mesmo da experiência pedagógica e literária. A estudante Ana Beatriz Venâncio, 10 anos, do 4º ano, escreveu “A Bela Adormecida do Pará”, juntamente com as alunas Elimara Lisboa e Lorena Victória. Na história, a Bela Adormecida espeta um dos dedos em uma pupunheira, no Estado do Pará, e cai em sono profundo até ser despertada por um rapaz. “Eu gosto de ler, serve para a gente aprender e se expressar”, destacou Ana Beatriz.

Na história das irmãs Midiã e Miriane Assis, a farinha, o açúcar e o açaí ganham vida. “As Três Batedoras de Açaí” conta a história que aprende a bater o fruto símbolo do Pará com três tias batedoras. O conto foi escrito pelos estudantes Mateus Alves e Maycon Wendell.

“Eu escrevi a história do Chapeuzinho Vermelho que virou Capuzinho Vermelho”, contou o aluno Elian Lisboa da Silva, 9 anos, do 3º ano. A história foi escrita por Elian e Carlos Felipe. “As Três Batedoras de Açaí” conta a história de uma jovem que aprende a bater o fruto símbolo do Pará com três tias batedoras. O conto foi escrito pelos estudantes Mateus Alves e Maycon Wendell.

O personagem Chapeuzinho Vermelho protagoniza diversas histórias no livro, inclusive, a da aluna Samyle Lima, 11 anos, que a transformou em Capinha de Chuva Vermelho. Mas, Gliciano Freitas e Carlinhos de Andrade transformaram a Branca de Neve em Morena de Jambo.

Interação - Maria Ruth Nai, 67 anos, avó da estudante Carla Cristina Nai, 11 anos, do 4º ano, foi até a escola e conheceu a história criada pela neta. Foi o encontro da Chapeuzinho Vermelho não com o Lobo Mau, mas com um jacaré na Amazônia. “Eu gostei muito de ela ter participado do projeto, para ela treinar a leitura e a escrita”, destacou Ruth Nai.

Na avaliação da coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares (Siebe), Arilene Piedade, o projeto contribui em muito com a formação de novos leitores. “É maravilhoso ver crianças, estudantes do Ensino Fundamental recontando histórias mundialmente famosas no cenário do bairro delas”, declarou. O lançamento do livro dos estudantes marcou o encerramento das atividades de Língua Portuguesa relacionadas à biblioteca da escola e reuniu a diretora Marleide Vale; a vice-diretora Cássia Araújo; a coordenadora pedagógica Célia Lessa; a gestora da Unidade Seduc na Escola 08, Ruth Pessoa; as bibliotecárias Selma Barra e Lucidalva Barros.

São autores do livro “Era uma vez no Príncipe – Contos dos Irmãos Grimm recontados por alunos da EEEFM Príncipe da Paz”: Bruna Lopes, Eloane Farias, Arthur Cardoso, Juliana Aragão, Carlos Felipe, Elian Lisboa, Ester Fonseca, Juliana Souza, Ágatha Rodrigues, Victória dos Santos, Blendo Costa, Mayane Wind e Tiago Silva, Ana Beatriz, Elimara Lisboa, Lorena Victória, Midiã e Miriane Assis, Samyle Farias, Amanda Michelly, Carla Cristina, Gabriel Melo, Ícaro Costa, Luiz Eduardo Pereira, Naeli Gomes, Vitória Oliveira, Izabely Keane, Jéssica Santos, Kethllen Monteiro, Glória Nascimento, Weslley de Assis,Mateus Alves, Maycon Wendell, Dani Gonçalves, Ellen Gonçalves e Manuele Rodrigues, Carlinhos de Andrade e Gliciano Freitas.


Texto: Eduardo Rocha
Fotos: Rai Pontes

Compartilhar

Outras Notícias