NOTÍCIAS

Rio Grande do Norte 16:55, 18 jul 2018 Estudantes potiguares produzem cordel com o tema “O Brasil que eu quero”

Estudantes potiguares produzem cordel com o tema “O Brasil que eu quero”

Vídeo onde estudantes recitam o cordel foi selecionado para participar de campanha

Estudantes do 7º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Prefeito José do Carmo dos Santos, localizada no município de Santo Antônio, no Rio Grande do Norte, produziram um cordel inspirado no tema da campanha “O Brasil que eu quero”. A declamação do texto, que conta com 25 estrofes, foi gravada em vários locais da cidade e um trecho do vídeo foi exibido na programação da emissora que promove a campanha.

  A ideia de produzir a obra, intitulada “O Brasil que eu quero para o futuro”, partiu da professora Liana Lemos e faz parte das atividades da disciplina de língua portuguesa da escola, que oferece ensino em tempo integral para os estudantes. O texto foi escrito por 27 alunos, que foram divididos em duplas e cada uma escreveu cerca de 6 versos.

“A escola estava trabalhando o tema “cidadania” em sala de aula. Como eu já utilizava o cordel, decidimos unir as duas coisas. Nós nos inspiramos na campanha e começamos a escrever. Eu dei o primeiro verso e deixei eles continuarem” explicou a professora.

  Para Miguel Rosa, diretor da Diretoria Regional de Educação e Cultura (DIREC) na qual a escola está jurisdicionada, a seleção da produção dos estudantes para a campanha é uma forma de reconhecimento do trabalho pedagógico desenvolvido nas escolas que ofertam a modalidade de ensino em tempo integral. “Essa visibilidade é fruto de um trabalho longo que vem sendo realizado nas nossas escolas. É muito gratificante receber esse reconhecimento da sociedade”, comentou.  

  A escola promoveu o lançamento do cordel durante uma aula da disciplina e distribuiu 300 exemplares para a comunidade escolar. A aula contou com a participação de dois cordelistas da Casa do Cordel que são nascidos no município de Santo Antônio.

Para a professora Liana, esse é apenas o começo.  “Nós já fomos convidados para apresentar o nosso projeto em outras escolas da comunidade. Isso é maravilhoso, pois mostra o quanto esses alunos são capazes”, concluiu. 


Tags: Rio Grande do Norte RN literatura