NOTÍCIAS

Bahia 11:35, 13 jul 2020 Formação Continuada: Violino, poesia e educação no Território Sertão do São Francisco

Formação Continuada: Violino, poesia e educação no Território Sertão do São Francisco

O “sextou” de educadores do Núcleo Territorial de Educação do Sertão do São Francisco (NTE-10), que reúne municípios como Juazeiro e  Sento Sé, no sertão baiano, foi de aprendizado. Na noite do dia 10 de julho eles participaram de mais um encontro virtual de de formação, que reuniu cerca de cem pessoas, entre secretários de educação, diretores escolares, coordenadores pedagógicos e formadores. A atividade integra as ações da Formação Continuada Territorial, promovida pela Secretaria da Educação, por meio do Instituto Anísio Teixeira,  e que conta com a participação de mais de 9 mil educadores e técnicos nos 27 Territórios de Identidade.

A atividade começou ao som do violino do músico Otávio Duarte, que saudou quem estava chegando. Depois, duas estudantes da região, Witória Santos e Camila Batista, leram poesias escritas por elas, trazendo ainda mais beleza para o encontro. “Nós, catingueiros, somos convidados diariamente a sermos resistentes”, lembrou Camila. E os desafios só crescem neste período de pandemia. 

Durante o encontro, os educadores das quatro turmas de formação do território puderam compartilhar suas percepções sobre esta experiência inédita para eles. Pela primeira vez, a formação continuada para gestores escolares, coordenadores pedagógicos e equipes técnicas das secretarias reúne as redes municipais e Estadual. Presente à reunião, a secretária de Educação de Sobradinho, Ducilene Kestering, contou que a formação tem sido um grande referencial para as práticas dos gestores. “Eu não acredito em avanços na educação que não passem pela formação continuada. Acredito numa educação de qualidade social a partir do momento que os gestores, professores, todos os atores e atrizes da educação se envolvam realmente com esse processo de formação continuada. Parabenizo todos os envolvidos nesse projeto, nessa política educacional, que traz para a gente esse alento, essa leveza, principalmente nesse período de pandemia”.

O secretário de Sento Sé, Izamar Souza Reis, contou os impactos que a política já está trazendo para o seu município. “A grande maioria, 83% das nossas unidades escolares, está no campo. Então, essa formação é importantíssima demais porque traz um aprendizado, um olhar para a educação como um todo. Isso nos ajuda bastante. Nós estamos retomando a reformulação da nossa política pedagógica e a formação continuada está nos dando muitas contribuições, nos ajudando a avançar bastante”. 

As falas dos secretários e a poesia das estudantes emocionou Cybele Amado de Oliveira, diretora geral do IAT, que também participou do encontro. Ela agradeceu a possibilidade de entrar na casa dos educadores neste momento de crise e lembrou que é preciso ter “muita calma nessa hora”. “Não queremos que esse nosso espaço de formação continuada seja um ambiente de mais pressão. Já basta o que estamos vivendo. Nosso desejo é que esse ambiente seja um bálsamo, uma possibilidade de ver as pessoas, de nos encontrarmos para juntos construirmos nossos saberes e alcançarmos a educação dos nossos sonhos”. 

Educação “sem limites”

As atividades no Núcleo Territorial de Educação 10, com sede em Juazeiro, são coordenadas pelos formadores Adriana Ramos, Alessandra Pacheco, Mábio Dutra e Nazarete Mariano. Eles convidaram alguns dos seus “cursistas” e colegas para compartilhar o impacto deste processo de formação.  Técnica Pedagógica na Secretaria Municipal de Sobradinho, Givanice Fonte, contou que está se sentido amparada. “Quando comecei a ver o material da rede Estadual, a ler, fiquei impressionada com a qualidade. Passei a ver nosso trabalho por outra ótica. Algumas práticas eram comuns, a gente acertava às vezes mais por intuição do que por conhecimento técnico. Então quando nós nos vemos irmanados, avizinhados, compartilhando tudo no mesmo propósito de fazer nosso Estado crescer em aprendizagem, é muito bom.  Nesses momentos em que a gente se encontra, percebe que a educação não tem limites. A gente pode muita coisa. Nossa gratidão por essa união”. 

O educador Renivaldo Oliveira, diretor do Colégio Municipal Custódio de Sento Sé, também agradeceu pelos encontros de formação. “A gente entende que a escola sozinha não tem como… Com formações desse nível, a gente se sente ancorado, com um norte”. 

Formação Continuada 

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, por meio do Instituto Anísio Teixeira realiza a Formação Continuada para Gestores Escolares, Coordenadores Pedagógicos, das redes municipais e Estadual, além das Equipes Técnicas das Secretarias Municipais de Educação e dos Núcleos Territoriais de Educação. A ação, que conta com a parceria da União dos Municípios da Bahia (UPB), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) e do Itaú Social, tem foco nos profissionais que atuam nos períodos do 6º ao 9º ano e no Ensino Médio. Por conta da pandemia do Coronavírus, toda a formação acontece num ambiente virtual e reúne mais de 9 mil educadores e técnicos dos 27 Territórios de Identidade da Bahia.


Tags: Bahia BA Portal da Educação