16:00, 11 out 2016
Educacenso

Gestores têm até o dia 3 de novembro para retificar dados do Censo Escolar 2016

Foto: Elias Oliveira / Seduc Tocantins

Os diretores das escolas de educação básica de todo o país têm até o dia 3 de novembro para realizar a conferência e possíveis alterações dos dados informados ao Censo Escolar 2016. O período de retif

Núbia Daiana Mota / Governo do Tocantins

Os diretores das escolas de educação básica de todo o país têm até o dia 3 de novembro para realizar a conferência e possíveis alterações dos dados informados ao Censo Escolar 2016. O período de retificação, por meio do sistema Educacenso, teve início no dia 5 deste mês.

Divulgados pelo Ministério da Educação em 29 de setembro último, os dados preliminares trazem o número de matrícula inicial em todas as etapas da educação básica, da creche ao ensino médio, nas redes estaduais e municipais, em tempo parcial e integral. Só após o período de retificação são divulgados os dados relativos à matrícula em todas as fases do ensino básico.

Para que as escolas não percam o prazo de correção dos dados do Censo, os gestores escolares da rede estadual estão sendo orientados pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc). O gerente de Dados e Estatística da Seduc, Osvaldo Dantas, frisa a necessidade da verificação atenta dos dados já inseridos. “Como não haverá prorrogação do prazo para eventuais correções, é importante que todas as escolas façam uma conferência minuciosa dos dados, já que após o período de retificação não poderá haver inclusão ou correção de informações no sistema Educacenso”, ressalta.

As escolas que encontrarem dificuldade para acessar o sistema Educacenso podem procurar a Gerência de Dados e Estatística da Seduc ou os responsáveis pelo Censo Escolar nas 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs). 

Censo Escolar

O levantamento de dados estatístico-educacionais em âmbito nacional é realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A pesquisa é promovida com a colaboração das unidades federativas e municípios, e tem a participação de todas as escolas públicas e privadas do País.

A partir das informações coletadas pelo censo é possível formular, implementar, monitorar e avaliar políticas públicas para a Educação. É com base nesses dados que são executados programas governamentais na área da educação. Além disso, o levantamento serve de subsídio para análises e estudos sobre as características da educação básica pública e privada no Brasil.


Compartilhar

Outras Notícias