NOTÍCIAS

Secretaria da Educação do ES 15:37, 18 set 2020 Governo anuncia inquérito sorológico para alunos e profissionais da Rede Estadual

Governo anuncia inquérito sorológico para alunos e profissionais da Rede Estadual

A partir das próximas semanas, duas estratégias de enfrentamento e monitoramento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) serão realizadas em conjunto pelas Secretarias da Educação e da Saúde: o censo sorológico, destinado a todos os profissionais da Rede Estadual de Educação, e o inquérito sorológico com a coleta de amostras da comunidade escolar capixaba. As informações foram passadas em coletiva on-line realizada, na manhã desta sexta-feira (18), pelos secretários de Estado da Educação, Vitor de Angelo, e da Saúde, Nésio Fernandes, com a participação da infectologista Cristiana Costa.

Vitor de Angelo destacou que essa é mais uma etapa do trabalho em conjunto, articulado entre a Sedu e a Sesa. “Hoje anunciamos duas importantes medidas. A primeira é a realização do inquérito sorológico da comunidade escolar de todo o território capixaba, de natureza amostral que vai envolver as Redes Públicas Estadual e municipal e as redes privadas. A segunda medida é uma testagem de natureza censitária de todos os trabalhadores da educação da Rede Pública Estadual”, afirmou.

O secretário da Educação também destacou aspectos fundamentais para que essas medidas fossem tomadas:

“Em primeiro lugar o diálogo que temos estabelecidos com os sindicatos da Educação desde o início da pandemia. Com muita frequência eles colocavam para nossas equipes a necessidade de fazermos medidas como essa, que são ações de cuidado, de prevenção aos trabalhadores de todas as redes de ensino. Em segundo lugar o diálogo permanente com os municípios, também desde o início da pandemia, por meio de uma relação estreita com a Associação dos Municípios Capixabas (Amunes) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime). E, em terceiro lugar, ações de cuidado que tem feito parte da gestão do Governo do Estado sempre com muita transparência e muita cautela, dando um passo de cada vez, mas sempre tomando as medidas de segurança e cuidado”, ressaltou Vitor de Angelo.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, essas medidas visam a garantir uma estratégia adequada. “O passo que estamos dando em realizar o inquérito escolar é a adoção de uma prática internacionalmente recomendada. A adoção de uma estratégia adequada em reconhecer o real comportamento da pandemia em uma comunidade estratégica, que entendemos que precisa ser bem cuidada: os estudantes e trabalhadores da educação”, disse.

Para o censo sorológico serão convidados todos os trabalhadores da Rede Estadual de Educação para trazer um mapeamento de 100% dos profissionais. Já no inquérito sorológico, serão selecionados 13 municípios capixabas que trazem a representação da população. Nesses municípios, serão sorteadas 760 escolas, entre as redes estaduais, municipais e privada.

Para o inquérito sorológico, a princípio, serão trabalhadas duas etapas. A primeira, ainda antes do retorno das aulas presenciais. A segunda etapa vai acontecer após o retorno das atividades presenciais nas escolas. O objetivo é estimar o percentual de trabalhadores e estudantes das Redes de Educação infectados pela Covid-19. Todos os profissionais de educação das escolas selecionadas serão convidados a participar da coleta, assim como os aproximadamente 5 mil estudantes que serão sorteados, a cada etapa.

“O inquérito estima de uma forma amostral o percentual da população da comunidade escolar que já entrou em contato com o novo Coronavírus, e nos ajudará a descrever o perfil desta população, bem como a evolução deste percentual a cada etapa do inquérito, nos trazendo dados importantes para tomada de decisão e políticas de controle”, explicou a infectologista da Sesa, Cristiana Costa.

Os municípios onde o inquérito sorológico será realizado são: Afonso Cláudio, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Linhares, Marataízes, Nova Venécia, Santa Maria de Jetibá, São Mateus, Serra, Vila Velha e Vitória.

Para ambas as propostas de testagem, tanto o censo quanto o inquérito sorológico, serão aplicados os testes sorológicos pelo método de quimioluminescência a serem realizados e processados pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Espírito Santo (Lacen/ES) e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Além da coleta, profissionais e estudantes responderão a um questionário que abordará desde questões demográficas, questões de riscos e de sintomas.

Para acompanhar a coletiva, clique aqui https://bit.ly/3gi7WZL e https://bit.ly/3c8zgrE.

Escola Segura

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, ainda mencionou que o Governo do Estado, por meio da Sesa e da Sedu, elaborou um protocolo de sanitização, a ser adotado por todas as Redes de Ensino (documento, divulgado no dia 08 de agosto, por meio da publicação da Portaria Conjunta SEDU/SESA Nº 01-R no Diário Oficial do Estado), com procedimentos necessários para que as instituições de ensino adotem no momento de retomada. Entre as exigências está a elaboração de um Plano Estratégico de Prevenção e Controle (PEPC) por cada instituição de ensino.

O documento trará todas as diretrizes e Plano de Ação de cada instituição quanto ao monitoramento da Covid-19. Visando ao rigor na elaboração das medidas exigidas, foi elaborado um sistema, denominado Escola Segura, que permitirá ao Governo do Estado receber todos os Planos elaborados pelas instituições de ensino, bem como acompanhar dados referentes ao afastamento de estudantes e trabalhadores por suspeita ou confirmação da Covid-19, por exemplo.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sedu
Mirela Marcarini / Geiza Ardiçon
(27) 3636-7705 / 7706/ 7707/ 7888 / 99956-2479 / 99802-9043
mirelamarcarini@sedu.es.gov.br / gardicon@sedu.es.gov.br

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes
(27) 3347-5642 / 3347-5643


Tags: ES Sedu Secretaria da Educação do ES