NOTÍCIAS

Enem 2019 10:57, 6 jun 2019 Governo aposta no potencial dos estudantes para vencer o Enem e o Saeb

Governo aposta no potencial dos estudantes para vencer o Enem e o Saeb

O governo Marcos Rocha está realizando em todo o Estado "aulões" preparatórios para as etapas de ensino fundamental e médio com a finalidade de fortalecer a educação básica da rede estadual.

Para que as megas aulas cheguem a todos, o governo firmou parcerias com instituições de ensino superior para cedência de auditórios e professores; e otimizou o atendimento por meio das 18 Coordenadorias Regionais de Educação, formando uma gigantesca onda de estudos com professores e alunos.

O exemplo disso foi realizado no último sábado (1), pela Coordenadoria Regional de Educação de Porto Velho (Seduc), com mais uma mega aula para intensificar a melhoria do ensino e a aprendizagem dos alunos do ensino médio com foco no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na Escola Major Guapindaia, reunindo alunos da escola e dos parceiros, Tiradentes I e VII.

O Secretário de Educação, Suamy Vivecananda,  a Coordenadora Regional, Paula Fernandes, e a equipe pedagógica da escola acompanharam as aulas.

AULÕES

Os chamados “aulões” fazem parte da Diretoria Geral de Educação da Seduc e são coordenados pela sub-gerência de Ensino Médio, através da coordenadora Gerdalva de Araújo Vasconcelos e equipe formada por Nair Guimarães e Mairon Rodrigues.

O objetivo das aulas diferenciadas é de proporcionar aos alunos aulas diferenciadas e direcionadas a questões do Enem para que haja um melhor aproveitamento no desenvolvimento das provas. “É necessário que os alunos do 3º ano do ensino médio de nossas escolas públicas obtenham sucesso através desta preparação diferenciada”, afirmou Gerdalva.

Os "aulões" são organizados em três formatos diferenciados. Segundo Nair, há os "aulões" das escolas, onde a própria escola se organiza e realiza; o "aulão" em parceria com as faculdades, que atinge um número maior de alunos e com transmissão ao vivo pela internet (redes sociais) e o Itinerante, que é realizado pela Seduc através das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs).

Na itinerância, as CREs organizam toda a estrutura logística para reunir alunos de várias escolas e a Seduc encaminha os professores que irão aplicar a aula diferenciada, com dramatização, música e muita descontração para que os alunos aprendam de forma lúdica e descontraída.

A Coordenadora Regional de Educação (CRE) de Porto Velho, Paula Fernanda M. Benarrosch enfatizou que os "aulões" são uma política de governo e da Seduc para melhorar as avaliações do Enem/Saeb.

Para que os projetos fossem viáveis, disse Paula Fernanda, no início do ano durante as reuniões de planejamento foram traçadas atividades para esta melhoria de avaliações entre os coordenadores dos polos. “Assim, cada um traçou seus objetivos e buscou parcerias em outros polos ou outras instituições”.

Paula destacou dentre as escolas de Porto Velho a parceria Carmela Dutra e Uniron, a escola Major Guapindaia, uma das precursoras e que também sempre está realizando novas parcerias, a escola Capitão Claudio Manoel da Costa, Tiradentes, João Bento entre tantas outras.

Os "aulões" seguem as regras do edital do Enem, exigindo por parte dos alunos a disciplina quanto ao horário de chegada, o tipo de caneta que pode ser utilizado e conta com a participação dos professores da escola envolvida e do gestor da CRE.

A Seduc realiza a proposta a todos os alunos do 3º ano do ensino médio das 135 escolas públicas e aos mais de 10.600 alunos em todo Estado. Os "aulões" itinerantes já aconteceram em Ji-Paraná (300 alunos); Guajará-Mirim (360); Jaru (610) e estão previstos "aulões" para Espigão e Costa Marques.

Gerdalva também destaca que algumas escolas estão oferecendo os "aulões" em horário diferenciados e que o próximo "aulão" em Porto Velho será realizado dia 28 de junho, em parceria com a faculdade Faro.

VOLUNTÁRIO

O Controlador Geral do Estado, Francisco Neto, professor experiente em cursinhos preparatórios, aprovação em concursos públicos, economista e matemático, separou o sábado para levar aos estudantes o melhor da metodologia e do conteúdo na área de ciências humanas.

Motivação, resolução de questões e conteúdo curricular foram trabalhados durante a manhã de estudo no último sábado (1), na Escola Major Guapindaia, que contou com alunos da própria escola e das Escolas Tiradentes I e VII.

A parceria ficou mais forte ainda com a presença dos professores da rede, Célio Leandro (História), Hugo Paiva (Linguagens) e Marcelo Mourão (Atualidades).

DEPOIMENTOS

O professor Hugo Paiva, de literatura e redação destacou o "aulão" como importante para que o aluno fomente e melhore seus argumentos. Já o professor Marcelo Mourão desafiou os alunos a participarem dos "aulões" para ter o conhecimento para responder as 45 questões de atualidades. “Temos a experiência necessária para auxiliar a quem quer vencer” concluiu o professor.

A aluna do 3º ano do ensino médio, Amanda Bronzeado de Souza, ressaltou a importância dos "aulões" para melhorar o aprendizado para o Enem, pois com ele se consegue fazer uma boa prova e assim conquistar a faculdade dos sonhos. “Vou ter sucesso tanto no Enem como melhoro meu rendimento escolar” finalizou Amanda.

Alunos da Escola Tirandentes também destacaram a participação da escola em vários "aulões", o que garante maior conhecimento com professores capacitados, o que aprimora o conhecimento cada vez mais.

SAEB

Outro investimento do governo são nos alunos do ensino fundamental que também recebem mega aulas com foco no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), que é composto por avaliações que medem o desempenho da educação básica brasileira.

Estes índices apurados permitem ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realizar e fornecer um indicativo sobre a qualidade do ensino ofertado nas escolas públicas brasileiras.

A intenção do governo é ajudar a classe chegar às universidades e a melhoria do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Em Porto Velho, a DGE, através da CRE Porto velho já realizou "aulões" em várias escolas buscando a melhoria dos índices do Saeb.

As turmas dos 5°. anos das EEEF Branca de Neve e EEEF São Sebastião I, ministrada pela Prof. Yona Turqueti de Língua Portuguesa; Escola Getúlio Vargas contando com a participação dos alunos dos 5.° anos da Escola Pe. Chiquinho; Escola 4 de Janeiro para alunos do 9º ano.


Tags: RO Saeb Preparatório Enem Enem 2019 SeducRO Enem2019