NOTÍCIAS

evasão escolar 16:24, 20 out 2020 Governo de Goiás realiza ação conjunta em combate à evasão escolar

Governo de Goiás realiza ação conjunta em combate à evasão escolar

Atuação de gestores, tutores e nutricionistas objetiva busca ativa de estudantes durante distribuição dos kits de alimentos

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc), realiza a partir desta semana uma ação inédita para o combate da evasão escolar. Com a participação conjunta das Gerências de Tutoria Educacional e de Orientação, Articulação das Coordenações Regionais e Alimentação Escolar, as equipes irão entrar em contato com os pais e responsáveis de estudantes ausentes e conscientizarão sobre a necessidade de manter as atividades durante o regime de aulas não presenciais.

“A intenção é entender o porquê aquele estudante está faltando e quais são as suas necessidades neste período”, explica a superintendente de Organização e Atendimento Educacional, Patrícia Coutinho. Para isso, os tutores educacionais e as nutricionistas da Seduc atuarão in loco, realizando a busca ativa aos estudantes durante a entrega dos kits de alimentos nas escolas de rede estadual de Educação.

Todo o trabalho será baseado nos dados obtidos pelo Painel de Monitoramento da Seduc, que desde abril faz o levantamento da participação dos estudantes nas aulas remotas. “O gestor da escola vai realizar o agendamento com esse pai para que ele busque o kit de alimentos e o tutor, a partir dos dados do Painel (de Monitoramento) vai realizar o acolhimento desse pai, informando sobre a importância da participação das aulas e entregando as atividades impressas”, explica Patrícia Coutinho.

De acordo com a superintendente, no entanto, a ação não deve estratégia para repressão dos pais e estudantes. “O trabalho do tutor, neste caso, deve ser visto como um trabalho de acolhimento e entendimento. É ele que vai apoiar, estar junto com a escola e com a família na busca por esse estudante”, afirma.

Recusa

Caso os pais ou responsáveis pelo estudante infrequente se recuse a comparecer a escola para a retirada dos kits de alimentos, a equipe solicitará o apoio do Transporte Escolar e realizará a entrega das atividades na casa do aluno.

“A primeira coisa será entender o porquê aquela família não quis comparecer a escola. Podem ser diversos motivos, mas a nossa principal preocupação será fazer com que o kit disponibilizado e os materiais impressos cheguem até ele”, reforça a superintendente Patrícia Coutinho.

Kit de Alimentos

Neste segundo semestre estão sendo entregues de kits de alimentos a todos os estudantes matriculados na rede estadual de ensino, de modo a garantir a segurança nutricional durante o regime de aulas não presenciais. O benefício substitui o Auxílio Alimentação que, no início do ano, efetuou o repasse quinzenal de R$ 75,00 aos alunos cadastrados no programa Bolsa Família.

Em setembro, foram repassados pelo Governo de Goiás R$82 milhões aos Conselhos Escolares para aquisição dos itens que compõem os kits de alimentos. Na Portaria nº 3.154, de 17 de setembro, ficou estabelecido que estariam inclusos: 2 kg de arroz; 1 kg de feijão; 1kg de macarrão; 1 molho de tomate; verduras e frutas.  

A previsão é que, até o final do ano, cinco kits de alimentos sejam distribuídos aos estudantes.


Tags: Goiás GO Governo de Goiás evasão escolar Ronaldo Caiado