NOTÍCIAS

PA 11:05, 17 jan 2020 Governo do Estado e etnias começam a discutir política de educação indígena no Pará

Governo do Estado e etnias começam a discutir política de educação indígena no Pará

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) iniciou na manhã desta quinta-feira (16) a discussão sobre a definição da Política Educacional Indígena do Estado, em cumprimento ao Decreto nº 93, de 09 de maio de 2019, que regulamenta o Conselho Estadual de Política Indigenista (Consepi/PA). A reunião contou com a presença dos conselheiros que integram a Comissão de Educação Escolar Indígena no Consepi.

A secretária de Estado de Educação, Leila Freire, explicou que a discussão parte do entendimento sobre a realidade da educação indígena atual e da identificação dos desafios da escolaridade, a partir de três eixos fundamentais: Governança, Gestão de Pessoas e Gestão Pedagógica. “Precisamos entender questões importantes. Por exemplo, como deve ser o currículo, como organizar os 200 dias letivos, a estruturação do transporte da alimentação escolar, dos alunos e professores”, destacou a secretária.

O Pará possui cerca de 70 mil indígenas, 58 povos e 40 línguas. Para os representantes das nove etnias presentes à reunião, o Grupo de Trabalho (GT) representa um avanço na construção de uma política indígena no Pará, e a esperança de que as políticas públicas possam, enfim, ser concretizadas. “É uma demanda que se repete todos os anos, e estar aqui representa o anseio de tirar as ações do papel e ter uma política educacional diferenciada", ressaltou o conselheiro Ubirajara Sompré, da Federação dos Povos Indígenas do Pará (Fepipa).



Crédito da foto: Eliseu Dias

Tags: Pará PA