NOTÍCIAS

Santa Catarina 20:53, 26 jun 2019 Imersão sobre o Currículo Base do Território Catarinense reúne 550 educadores

Foto:

Um seminário de imersão sobre o novo Currículo Base da Educação Infantil e do Ensino Fundamental do Território Catarinense reuniu 550 professores e gestores escolares da rede estadual de Educação de Santa Catarina, de segunda, 24, até quarta-feira, 27, no hotel Golden, em São José (SC). O grupo será o multiplicador do documento de referência para as escolas dos 295 municípios do Estado.

O documento norteado pela Base Nacional Comum Curricular do MEC, que estabelece conhecimentos, competências e habilidades para se desenvolver na educação básica, teve a versão catarinense aprovada pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) no último dia 17 de junho. Após a fase final de formatação, o currículo deve ser entregue em todas as escolas.

A secretária adjunta da Secretaria de Estado da Educação, Carla Bohn, descreveu o seminário como momento de apropriação do texto integral por parte dos educadores. “Todos os professores que participaram da construção do currículo o conheceram parcialmente, aplicando nele seus conhecimentos e expertises em áreas distintas. Agora é o momento de se ter acesso ao todo, observando-se o percurso formativo”, explicou.

Divididos em seis grandes grupos multidisciplinares, os educadores tiveram acesso ao conteúdo de cerca de 450 páginas por meio de dinâmicas, do mesmo modo como se pretende que ele entre nas escolas.

“Estamos proporcionando aqui uma leitura do currículo base por práticas vivenciadas e pela experiência. O desafio é o de pensar a escola, o seu projeto político-pedagógico, e, ao mesmo tempo, a proposição para a sala de aula”, relatou a professora Cássia Ferri, coordenadora dos 24 consultores de universidades catarinenses envolvidos na produção.

Colaboração

O novo Currículo Base da Educação Infantil e do Ensino Fundamental do Território Catarinense foi escrito em regime de colaboração entre a Secretaria de Estado de Educação (SED), a União dos Dirigentes Municipais de Santa Catarina (Undime), o Conselho Estadual de Educação (CEE), a União Nacional de Conselhos Municipais de Educação (UNCME) e a Federação Catarinense de Municípios (Fecam). Uma etapa on-line de colaboração dos professores e uma consulta pública também fizeram parte do processo.

O documento de referência, contemplado em uma publicação de cerca de 450 páginas, está em fase final de formatação e deve chegar às escolas do Estado de Santa Catarina e aos 295 municípios a partir do dia 17 de julho. O prazo acompanha a entrega da versão final ao Conselho Estadual de Educação.

Depoimentos

No primeiro dia do seminário, enquanto os colegas testavam o equilíbrio em na prática do circuito de fitas e cordas ao ar livre, a coordenadora de ensino Angela Serafini, da Secretaria de Educação de Fraiburgo, opinou sobre o que considera diferencial no atual currículo. “Penso que um ponto forte é esta nova visão de experiência de aprendizagem no currículo base. A prática propõe o processo de ensino-aprendizagem como momento de reflexão dos alunos, desde a educação infantil até o final do Ensino Fundamental.”

Já o professor de Educação Física Charles Stüepp, da rede de ensino de Trombudo Central, vislumbrou as mudanças com a nova diretriz. “É muito importante nos atualizarmos e também aos nossos projetos político-pedagógicos, com as mudanças na Base Nacional Comum Curricular e, agora, no currículo do território catarinense. Estamos trazendo conteúdos atuais e quebrando muitos paradigmas nesse processo.” 

Tags: Santa Catarina Educação Infantil SC ensino fundamental Base Nacional Comum Curricular currículo base