NOTÍCIAS

Qualificação 18:50, 12 ago 2020 Iniciação à Docência: parceria entre Governo do Amapá e Unifap oferece bolsas para professores da rede estadual

Iniciação à Docência: parceria entre Governo do Amapá e Unifap oferece bolsas para professores da rede estadual

Processo seletivo vai selecionar 12 educadores para atuarem como professores supervisores.

Por João Marcos Chaves 

Educadores de 18 escolas da rede pública estadual terão a oportunidade de atuarem como professores supervisores no Programa Institucional de Iniciação à Docência – Pibid/Capes-Unifap 2020. A inciativa é fruto de uma parceria entre Secretaria de Estado de Educação (Seed) e Pró-reitoria de Ensino de Graduação da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

As inscrições do processo seletivo já estão abertas e seguem até 2 de outubro. Interessados podem se candidatar, exclusivamente, através do e-mail da coordenação institucional da Unifap, ccampetela@UNIFAP.br.

Para concorrer a uma das vagas, os inscritos devem fazer parte do quadro de educadores de uma das 18 escolas habilitadas a participar do programa. Elas ficam nos municípios de Macapá, Santana e Mazagão e foram selecionadas através de critérios referentes ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); e experiências de ensino-aprendizagem bem-sucedidas.

Confira aqui as escolas selecionadas a participar do processo seletivo.

Sobre o programa

O objetivo é incentivar a formação de docentes em nível superior e elevar a qualidade profissional dos professores da rede pública para que possam atuar na educação básica.

A parceria também quer promover a ligação entre o ensino superior e a educação básica, e contribuir para a valorização do magistério.

Como participar?

Durante a inscrição, os candidatos devem preencher o formulário, enviar a carta de intenção de vaga e os documentos comprobatórios que confirmem os dados preenchidos no ato de inscrição. Confira aqui o edital completo.

Para este processo estão sendo disponibilizadas 12 vagas com certificação. Dessas vagas, 6 serão beneficiadas com bolsas concedidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Elas atendem aos professores supervisores, que terão remuneração de R$765,00 mensais até o fim do programa.

As outras seis são destinadas a voluntários que irão atuar nas áreas de Ciências Humanas e Linguagens; Ciências Exatas e da Natureza.

O programa terá vigência de 18 meses e contemplará educadores das seguintes áreas de conhecimento: Alfabetização, Artes, Educação Física, Geografia, História e Língua Portuguesa, além do Núcleo de Ciências Humanas e Linguagens; e das áreas de conhecimento: Física, Matemática, Química, Licenciatura Intercultural Indígena (Biologia e Química); Licenciatura em Educação do Campo (Biologia), compondo o Núcleo de Ciências Exatas e da Natureza.


Tags: Amapá Educação AP Qualificação