NOTÍCIAS

Pernambuco 11:49, 12 jun 2020 Nas Redes Sociais, estudantes se encontram e compartilham rotinas de estudos

Nas Redes Sociais, estudantes se encontram e compartilham rotinas de estudos

Grupos de whatsapp e Instragram são alguns dos canais que os auxiliam a manter o processo de aprendizagem

Para se adaptar à nova rotina de estudos, muitos estudantes da rede estadual estão se reinventando. Em casa, devido ao isolamento social, eles encontraram nas redes sociais o caminho para manter o processo de aprendizagem e compartilhar com os colegas conhecimentos e rotinas de estudos. Grupos de whatsapp, perfis no instagram e interação no Google Classroom estão sendo utilizados por eles neste período. Por lá, eles revisam conteúdos e acompanham as aulas da plataforma Educa-PE. 

Estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Joaquina Lira, em Aliança, Joyce Emanuele e Rayane Kelly, ambas do 3°, criaram o instagram Enem 2020 (@dicas.doenem). No perfil, elas compartilham dos estudos, dicas, mapas mentais e exercícios. “Já tínhamos um cronograma de estudos, Rayane já postava algumas coisas no classroom, mas só o pessoal da sala podia usar. Então, eu tive a idéia de fazer o instagram, pois é um aplicativo que usamos o tempo todo e o perfil pode auxiliar estudantes de vários lugares. Muitas pessoas estão agradecendo pelas postagens darem um direcionamento para os estudos”, diz Joyce.

“Quando criei a sala no Google Classroom o interesse dos colegas foi imediato. Daí, comecei a colocar todos os assuntos que eu estava estudando com o apoio de documentos e videoaulas do YouTube. Minha ideia é ampliar essa ideia, talvez criar um canal para conversar com as pessoas, explicar os assuntos e, consequentemente, atingir ainda mais estudantes”, pontua Rayane. 

Para não se complicar na rotina trabalho x estudos, o estudante do 2º ano da EREM Professor José Mendes da Silva, de Timbaúba, Isael José da Silva, criou uma rotina de estudos de acordo com os horários que seguiria se estivesse indo à escola e participa de grupos de whatsapp. “O grupo é muito dinâmico, a gente consegue tirar dúvidas e obter respostas sobre determinadas questões. É como diriam meus professores, em tempos de crise, o celular vira sala de aula. Então, temos que aproveitar ao máximo, mas com organização, responsabilidade e foco”, diz o estudante. 

Quem também não perdeu tempo para organizar a rotina dos estudos foi Ian Philippini, estudante do 2º ano da EREM Poeta Manoel Bandeira, no Recife. Ele organizou os horários por componente curricular para conciliar com as demais atividades que realiza durante a semana. Além disso, o estudante também tem o costume de trocar links de estudos com os colegas. “Em função da pandemia, a gente precisou se adaptar à esta nova rotina de estudos. As aulas do Educa-PE estão sendo muito importantes neste processo todo, pois a gente consegue manter a nossa jornada de estudos. Reservo horários para responder os exercícios solicitados e estudar os conteúdos, contemplando duas ou três disciplinas por dia. Em uma situação como esta, cabe a nós, estudantes, termos comprometimento e dedicação para darmos continuidade aos estudos”, ressalta. 

Outras ações: Sem dúvidas, as redes sociais se tornaram fortes ferramentas para estudos. Quem também utiliza muito o instagram é a estudante do 3º ano da Escola Liceu Nóbrega de Artes e Ofícios, no Recife, Maria Vitória. No perfil @rresumiindo, a estudante compartilha dicas e resumos de conteúdos. Os estudantes da Escola Técnica Estadual (ETE) Dom Bosco, também na capital pernambucana, criaram no whatsapp o grupo “3º ETEDB", onde disponibilizam dicas e apostilas para quem está se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Também no Recife, a jovem Karoline Vitória, da EREM Rosa de Magalhães, se reuniu com mais três amigas e criou um grupo de estudos onde realizam as atividades solicitadas pelos professores através das aulas remotas.


Tags: Pernambuco PE Rede Estadual PE Educação PE Educação Pernambuco Governo de Pernambuco Coronavirus Aulas Não Presenciais