NOTÍCIAS

Base Nacional Comum 15:53, 16 mar 2018 NOVA ESCOLA, com apoio da Fundação Lemann e do Google.org, lança primeiros planos de aula alinhados à BNCC

Foto:

Elaborados por professores de todo o país, mais de 700 planos de aula de matemática já estão disponíveis on-line e gratuitamente

A NOVA ESCOLA lançou em São Paulo os primeiros planos de aula digitais alinhados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com apoio da Fundação Lemann e do Google.org. A BNCC é uma política pública homologada em 2017 que define o que cada aluna e aluno têm direito a aprender na escola e que impacta diretamente as salas de aula de todo país. 

Mais de 700 planos de aula de matemática já estão disponíveis para uso no site de NOVA ESCOLA. Basta acessar este link:www.novaescola.org.br/plano-de-aula/matematica e realizar um cadastro simples e gratuito. Até 31/03, a plataforma contará com 1500 planos da disciplina. 

"Com os planos de aula, esperamos estar ao lado das redes de ensino, das escolas e dos professores durante o desafio de incorporar os novos caminhos à realidade de sala de aula", diz Flavia Goulart, diretora executiva da Associação Nova Escola.

Todos os planos foram elaborados pelo Time de Autores NOVA ESCOLA, que é composto por 185 professores de todo o país. “Ao entrar na equipe, encontrei algo que procurava há algum tempo: a oportunidade de poder contribuir com o ensino da disciplina no país e colaborar com outros professores”, diz Leonardo Perez, professor em São Carlos, interior de São Paulo. 

A BNCC e a matemática 

Membro do Movimento pela Base Nacional Comum e diretora do Grupo Mathema, Katia Smole participou do projeto de Planos de Aula NOVA ESCOLA, oferecendo formação ao Time de Autores. Sobre a base curricular, ela diz: "A BNCC estabelece que há um caminho que deve ser trilhado para os alunos aprenderem e isso é um direito de todos eles".

Ela ressalta que a progressão de aprendizagem que a BNCC propõe é um dos maiores ganhos para a matemática. "Hoje, não é incomum ver professores de anos diferentes ensinando exatamente o mesmo conteúdo a seus alunos. A BNCC garante que cada professor saiba o que deve ser ensinado em cada ano", diz. Além disso, comenta que conteúdos como estatística e probabilidade agora estão organizados e alinhados entre si. 

Katia acompanhou de perto a elaboração dos Planos de Aula e explica que eles propõem uma forma inovadora de ensinar matemática, que valoriza os erros como forma de aprender. "Pensar matematicamente não significa dar um exemplo aos alunos e pedir que copiem e repitam exercícios iguais. Queremos que nossos jovens pensem, tentem, investiguem, duvidem, errem e que, no fim desse processo, aprendam e formem uma comunidade de pensadores matemáticos". 

Próximos passos da parceria

O projeto Planos de Aula NOVA ESCOLA é o resultado de uma doação de R$ 15,8 milhões do Google.org, braço filantrópico do Google, para estimular a melhoria do ensino e do aprendizado nas escolas brasileiras. 

“No Google.org, acreditamos no poder da tecnologia em dar a cada vez mais estudantes acesso a uma educação de qualidade. Este projeto escala o conhecimento dos melhores professores do Brasil para todo o país, que usam ferramentas digitais para levar conteúdo pedagógico de qualidade no dia a dia das salas de aula”, destaca Nick Cain, gerente de projetos do Google.org. 

A doação foi anunciada em março de 2017 à Fundação Lemann, organização familiar sem fins lucrativos, e é liderada pela NOVA ESCOLA. "Por meio desta parceria e dos Planos de Aula NOVA ESCOLA, reforçamos o nosso comprometimento com professores de todo o Brasil para que se sintam apoiados no desafio diário de garantir a aprendizagem de seus alunos", diz Denis Mizne, diretor executivo da Fundação Lemann.

Até 2019, a NOVA ESCOLA disponibilizará materiais estruturados e gratuitos para todas as disciplinas da BNCC do Ensino Fundamental e da Educação Infantil. Após os planos de matemática, virão os de ciências e os de inglês, com previsão de lançamento para o início do segundo semestre de 2018.


Tags: Consed Portal Base Nacional Comum Fundação Lemann BNCC Google Educação nova escola