NOTÍCIAS

Sergipe 12:51, 15 out 2019 Nove alunos sergipanos disputarão etapa regional da Olimpíada de Língua Portuguesa

Alunas Kauany Istefany, Lilian Gonçalves e Maria Eduarda Aluna Bruna Gabriele Ryan Victor, aluno Jairo Mendes, aluno  Wanisy Letícia e seu professor
Foto:

Dos nove alunos selecionados, sete são da rede estadual de ensino e irão para São Paulo no dia 23 de outubro

A sexta edição da Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) entra agora na etapa regional, e nove alunos da rede pública de ensino de Sergipe disputarão essa fase, que acontecerá no período de 23 de outubro a 19 de novembro, em São Paulo (SP). Com o tema "O lugar onde vivo", os estudantes foram selecionados com trabalhos nas categorias Poema (5º ano do Ensino Fundamental); Memória Literária (6º e 7º anos do Ensino Fundamental); Crônica (8º e 9º anos do Ensino Fundamental); Documentário (1º e 2º anos do Ensino Médio) e Artigo de Opinião (3º ano do Ensino Médio).

Viajarão para a capital paulista os alunos: Ryan Victor Santana Silva (Centro de Excelência Manoel Messias Feitosa); Bruna Gabriele dos Santos (Colégio Estadual Senador Walter Franco); Aquiles Sharon Jobim (Escola Municipal Gentil Daltro); Jairo Mendes da Rocha (Escola Municipal Maria dos Santos Torres); Emily Juliana Santos (Colégio Estadual José Inácio de Farias); Wanisy Letícia Rodrigues (Escola Municipal Vereador João Prado), e mais três alunas do Centro Estadual de Educação Profissional Governador Seixas Dória: Kauany Istefany Ferreira do Carmo, Lilian Gonçalves Rosa dos Santos e Maria Eduarda da Conceição Santos.

A etapa regional selecionou 596 alunos em todo o Brasil e seus professores que viajarão juntos para São Paulo, onde participarão de formação e atividades culturais. Nesta etapa, os alunos serão premiados com livros e medalhas, e 20 professores ganharão um notebook. Depois, 176 estudantes e 135 professores ganharão medalhas e um leitor de livros com assinatura gratuita por um ano. As escolas também serão premiadas com uma placa de homenagem.

"A Olimpíada de Língua Portuguesa proporciona aos alunos a possibilidade de ultrapassar novos horizontes. Tem alguns desses jovens que são residentes da zona rural, os quais nunca imaginaram que poderiam estar participando de um evento como esse em São Paulo, juntamente com pessoas de outros estados. Além disso, é uma forma de incentivar outros alunos. Outro ponto a destacar acerca da Olimpíada é que ela dá uma importância muito grande à prática do trabalho com a Língua Portuguesa", disse Jorge Monteiro, coordenador estadual da OLP.

Expectativas

Os alunos que irão participar da etapa regional da Olimpíada de Língua Portuguesa estão com grandes expectativas. É o caso de Bruna Gabriele dos Santos, que estuda no Colégio Estadual Senador Walter Franco, em Estância, e foi selecionada no gênero "Crônica". "Eu gosto muito da Língua Portuguesa, então resolvi participar para adquirir mais conhecimentos nessa área. Escrevi uma crônica sobre o povoado Porto do Mato, aqui de Estância, onde há mulheres que sobrevivem da coleta de mariscos. Estou muito orgulhosa de ter escrito um texto que foi reconhecido, e com isso pretendo chegar à etapa final", disse ela, que escreveu a crônica com título "Vida Marisqueira".

Já o aluno Ryan Victor Santana Silva, do Centro de Excelência Manoel Messias Feitosa, em Nossa Senhora da Glória, foi selecionado no gênero "Artigo de Opinião", com um texto cujo título foi "Muito barulho por nada". Ele conta que não acreditava que chegaria a ser classificado, e que o resultado foi uma grande surpresa. "Eu não sabia que tinha tanta capacidade assim. Então nessa fase regional eu espero que, por meio das diversas atividades e oficinas de que irei participar, que eu possa melhorar o meu potencial, treinar mais e aprimorar a técnica da escrita", disse.

No gênero documentário, o trabalho selecionado foi "Vencedores Vencem Dores", do grupo de três alunas do 2º ano do ensino médio do Centro Estadual de Educação Profissional Governador Seixas Dória. Uma delas é Lilian Gonçalves Rosa dos Santos, que já participou da OLP quando estava no 8º ano do ensino fundamental. "O professor nos inscreveu e, quando soubemos que fomos selecionadas, ficamos muito felizes e passamos a acreditar mais em nosso potencial. Foi uma surpresa para nós, e vimos que somos capazes. Para mim, que estou participando de outros concursos, é uma realização pessoal, pois sou a primeira pessoa da minha família a chegar até aqui", declarou.

Sua colega de grupo Kauany Istefany Ferreira do Carmo também não vê a hora de partir para a nova fase da Olimpíada. "Sempre gostei de fazer vídeos, fotos, então logo que o professor nos inscreveu, passamos a pensar no tema e produzimos o vídeo documentário. Fiquei muito feliz e espero que nessa nova etapa eu aprenda coisas novas", afirmou. A professora orientadora das meninas foi Dalila Bispo. Ela diz que "a Olimpíada de Língua Portuguesa é um grande incentivo para essas alunas, a fim de que se interessem mais a produzir textos. Foi um trabalho desafiador, mas uma realização recompensadora, pois percebi o interesse delas em produzir. Ficamos felizes com essa conquista e espero que, com isso, elas inspirem outros alunos".

Tags: Sergipe SE Olimpíada de Língua Portuguesa