NOTÍCIAS

Sergipe 12:02, 30 mar 2021 Professor da rede estadual cria mural virtual para alunos se conhecerem no primeiro dia de aula

Professor Henrique Costa
Foto:

Através desse mural virtual, os estudantes puderam se apresentar e conhecer melhor os seus colegas, através de foto e um texto

Os alunos do 7º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio do Colégio João XIII, em Ribeirópolis, tiveram uma forma bastante inovadora de se apresentaram, no início do ano letivo de 2021. Como as aulas, por enquanto, estão sendo realizadas de maneira remota, o professor Henrique Costa de Andrade, de Ciências e Biologia, criou uma comunidade virtual na plataforma Padlet, uma ferramenta online que permite a criação de um mural ou quadro virtual dinâmico e interativo para registrar, guardar e partilhar conteúdos multimídia.

Através desse mural virtual, os estudantes puderam se apresentar e conhecer melhor os seus colegas, através de foto e um texto no qual eles escrevem seus nomes, a turma na qual estavam inseridos e o que achavam da escola, da família, dos amigos e de si mesmos.

O professor explica que após a construção do Padlet, ele filtrava os textos, aprovando ou não a sua publicação, para que todos estivessem de acordo com a proposta da ação. Ele conta que, além desse objetivo de promover uma maior interação entre os alunos, a ferramenta poderá ser explorado futuramente durante as aulas, para ministrar os conteúdos das disciplinas que ensina, interagindo com os alunos através da socialização de perguntas e respostas.

“São alunos do 7º ano ao 3º ano, por isso tem diversos níveis de confecção do texto. Mantive os originais para que eles mesmos pudessem perceber suas dificuldades ou facilidades em construir o texto. Mas esse não foi um momento de avaliação, mas de expressão. Por conta desse momento de distanciamento social, eles puderam se expressar e se apresentar aos colegas. Foi bom também para os alunos novatos, que tiveram mais facilidade para socializar com a turma”, afirmou.

Os alunos gostaram bastante dessa novidade. Foi o caso de Lara Gabrielle Santos Andrade e Silva, de 14 anos, que está no 2º ano e estuda no João XIII desde o 6° ano do ensino fundamental. “Essa ação foi de suma importância pois, com o Padlet, há uma interação melhor com os colegas. Nesse momento tão delicado que estamos passando, conseguimos esta forma para podermos nos conhecer, citando a importância da escola, família e amigos, deixando os alunos à vontade para se expressarem melhor”, disse.

Kailaine Reis dos Santos, de 17 anos, que estuda no 3º ano disse também que a interação ficou maior. “Gostei da plataforma Padlet porque, como estamos estudando de forma remota, fica um pouco mais difícil de a gente saber quem é o colega novato, já que muitos não têm foto no perfil. Com a plataforma fica muito mais fácil, tendo em vista que lá os alunos falam um pouco sobre si mesmos, suas opiniões e se apresentam com foto”, declarou.

Murilo Passos Melo, de 15 anos, é novato e está no 1° ano. Ele disse que a ferramenta ajudou bastante na socialização. “É uma ação inovadora e protetora, pois mesmo em isolamento social, estamos nos conhecendo por conta do Padlet, que apresenta os alunos e a escola. Desse modo podemos conhecer um pouco do carisma do João XXIII e dos estudantes”, afirmou.


Tags: Tecnologia Sergipe SE ensino híbrido