10:21, 29 set 2015
Projeto de Ciências

Professora de escola estadual recebe prêmio de abrangência nacional

Foto:

Prêmio visa projetos interativos que tratam sexualidade e gênero junto a adolescente e jovens

A professora Mytercia Bezerra da Silva é uma das ganhadoras do Prêmio Igualdade de Gênero, de abrangência nacional, em sua última edição.  O 16º Prêmio “Construindo a Igualdade de Gênero” foi voltado para projetos interativos que tratam sexualidade e gênero junto a adolescente e jovens.

Mytercia Bezerra, professora de Ciências, conquistou o prêmio com projeto desenvolvido durante o no letivo de 2014, nas turmas de 8ª e 9ª séries do ensino fundamental, do turno vespertino da Escola Estadual “Rômulo Wanderley”, bairro de Potengi, Zona Norte de Natal.

O projeto de Mytercia utiliza várias estratégias para a discussão da sexualidade junto à juventude. “O aluno, quando chega a idade de 13 a 17 anos, tem questões promovidas pela curiosidade sobre a sexualidade, envolvendo assuntos como risco de gravidez, doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce. Questões que demandam orientação, tempo e apoio da família”, argumenta Mytercia.

Agindo sobre uma das questões mais presentes junto aos jovens, a da gravidez precoce, a professora Mytercia Bezerra definiu uma tarefa de tomada de consciência a partir da interação entre as experiências vividas pelas estudantes. “Solicitei que as alunas conversassem com jovens que foram mães antes dos 18 anos, e depois fizessem um vídeo ou uma representação teatral sobre o que ouviram”, conta a professora.

Com atividades como essa, a professora leva o jovem a uma tomada de consciência a partir da troca de experiências com os outros. A própria vivência compartilhada vai se transformando em conhecimento sobre a vida real em sociedade.

As estratégias pedagógicas utilizadas e as orientações dadas nas aulas de Ciências estão repercutindo na comunidade e hoje as salas de aula da Escola Estadual Rômulo Wanderley estão completas e a procura por vagas tem aumentado.

Com os recursos do Prêmio conquistado, a professora Mytercia Bezerra pretende adquirir equipamentos duráveis para melhor desempenho de seu projeto pedagógico.

A professora também é moradora do bairro Potengi, na Zona Norte de Natal, está trabalhando a 15 anos na Escola Rômulo Wanderley. Mytercia é formada em Ciências Biológicas pela UnP, pós-graduada em Gestão Ambiental pela UFRN, e tem curso em Educação Sexual pelo Instituto Kennedy.

O Prêmio é promovido pela Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres; CNPq; Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; e Ministério da Educação.  


Compartilhar

Outras Notícias