NOTÍCIAS

Tocantins 11:39, 26 fev 2021 Profissionais da rede estadual da Educação participam de formação do Programa Volta ao Novo

Participaram da capacitação cerca de 50 profissionais de duas escolas de Araguaína Participaram da capacitação cerca de 50 profissionais de duas escolas de Araguaína
Foto: Divulgação / Seduc Tocantins

Formação sobre competências socioemocionais apoia educadores no desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem

Juliana Carneiro/Governo do Tocantins

Teve início, na manhã desta quarta-feira, 10, a formação 'Competências Socioemocionais', com o objetivo de apoiar educadores no desenvolvimento das competências socioemocionais durante o processo de ensino aprendizagem. A formação é uma ação do Programa Volta ao Novo, uma iniciativa do Instituto Ayrton Senna (IAS), em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e o Governo do Tocantins.

O Programa Volta ao Novo está organizado em seis módulos focados em macrocompetências – Abertura ao Novo; Autogestão; Resiliência emocional; Amabilidade e Engajamento com os outros, eixos considerados fundamentais para o desenvolvimento pleno e influenciadores no desenvolvimento escolar. Participam desta iniciativa 37 profissionais da rede estadual de ensino, selecionados para atuar como multiplicadores nas unidades escolares no Estado.

A gerente de Projetos da 3GEN Consultoria, Mariana Castro de Souza, parceira do Instituto Ayrton Senna na implementação da proposta Volta ao Novo na rede de ensino do Tocantins, explica as etapas do processo.

“Estamos na segunda fase da proposta Volta ao Novo. Na primeira etapa, a rede estadual elaborou um plano de ação, em que auxiliamos na preparação e implementação de um programa com foco na educação integral e no desenvolvimento socioemocional. Agora, pretendemos garantir uma formação robusta da equipe técnica da rede para que professores e demais profissionais envolvidos desenvolvam suas próprias competências socioemocionais e, posteriormente, desenvolvam as mesmas com os estudantes”, explicou a consultora.

A titular da Seduc, Adriana Aguiar, destacou que a formação contribui com o desenvolvimento e aprimoramento de competências emocionais de educadores e estudantes. “Idealizado para esse momento tão desafiador que estamos vivenciando, essa iniciativa com visão educacional e social traz bons frutos para a educação brasileira. Parceiros como o Instituto Ayrton Senna buscam alternativas para as escolas e profissionais. A saúde emocional dos nossos profissionais é um dos pilares para a continuidade das aulas e das atividades educacionais presenciais. Todos farão um excelente trabalho de disseminação do aprendizado nessa formação”, frisou Adriana.

Para a assessora de Orientação Educacional, da Diretoria Regional de Educação de Palmas, Andiara Gomes, este programa é importante para o educador, pois orienta e agrega conhecimento para que, principalmente o orientador possa desenvolver as habilidades socieomocionais, que devem permear o currículo por meio de conteúdos atitudinais em consonância com a educação integral, pois é direito universal do educando ter assistência integral.

“Parabéns à Seduc pela adesão a este Programa, que desperta nos educadores a necessidade de ser o elemento transformador e de integração, munidos de informação, empatia e respeito pelo próximo, incentivando as habilidades e dando suporte socioemocional a toda a comunidade escolar”, destacou a assessora.


Tags: Tocantins TO Seduc TO Educação prisional