NOTÍCIAS

Roraima 13:07, 7 ago 2019 Projeto da Escola Maria das Dores Brasil é semifinalista no Prêmio Respostas para o Amanhã

Projeto da Escola Maria das Dores Brasil é semifinalista no Prêmio Respostas para o Amanhã

A pesquisa está entre as 20 melhores da Federação; o projeto vem sendo desenvolvido há três anos e já conquistou vários prêmios nacionalmente

Por Marília Mesquita 

Fotos: Ascom/Seed

Os estudantes Letícia Sampaio, Lucas Rodrigues, Alice Bezerra, Bernardo Souza e Lorena da Silva, da Escola Estadual Maria das Dores Brasil, são semifinalistas da 6° edição do Prêmio Respostas para o Amanhã, com o projeto de Biolarvicida no combate às larvas dos mosquitos Aeds Aegypti (transmissor da dengue, zika e chikungunya) e Culex (transmissor da febre amarela).

O prêmio, que é uma iniciativa da Samsung, registrou este ano 919 projetos, sendo 590 válidos. O prêmio incentiva jovens a pensar e desenvolver projetos nas áreas das Ciências da Natureza e da Matemática, a partir da abordagem STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

O projeto do Estado de Roraima está entre os 20 melhores da Federação. “Estamos muito felizes por ter chegado até aqui e estar entre os melhores. Sabemos que é difícil, mas estamos confiantes que vamos conquistar as primeiras colocações”, explicou a orientadora e coordenadora do projeto, professora mestra Eliana Furtado.

O aluno Bernardo Souza, 17, destacou a "explosão de sentimentos" em relação ao prêmio. “Todo o trabalho e esforço que fizemos está dando certo. Isso é muito gratificante e satisfatório. Estamos com uma expectativa muito grande. É algo surreal”, destacou Souza.

Já a estudante Lorena Silva, 17, ressaltou a responsabilidade de representar o Estado. “Nós sempre pensamos que o nosso trabalho nunca vai chegar entre os melhores e quando recebemos a notícia que somos semifinalistas foi uma felicidade imensa. Levar o nome de Roraima para outros Estados, poder representá-lo, é uma responsabilidade e a expectativa é ótima”, ressaltou Lorena.

Além da pesquisa para conquistar o prêmio, os estudantes participarão também do vídeo popular, ou seja, gravarão um vídeo de 3 minutos explicando sobre a pesquisa. Os vídeos mais curtidos pelos internautas ganharão pontos e prêmios. “Contamos com o apoio da população nesse quesito, pois é muito importante que todos curtam o nosso vídeo”, disse Eliana.

OUTROS PRÊMIOS - Os estudantes, com este trabalho de pesquisa, já participaram de diversas feiras nacionais, como Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), Prêmio Jovens Talentos Para a Ciência, onde conquistaram bolsa de pesquisa no CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico), tablet e Menção Honrosa.

Além disso, na próxima semana, entre os dias 12 a 16 de agosto, os estudantes participarão da Femic (Feira Mineira de Iniciação Cientifica), no Estado de Minas Gerais. Em Roraima, o projeto ficou em 1° lugar na Feira de Ciências Estadual.

A fase final do Prêmio Samsung ocorrerá no final de setembro. Cada uma das escolas dos 10 projetos finalistas será contemplada com uma televisão 55 polegadas e um notebook Samsung.

Os vencedores do primeiro lugar ganharão uma viagem para São Paulo (SP), onde participarão do Prêmio Respostas para o Amanhã América Latina, e os alunos ganharão um smartphone. Os posicionados em segundo lugar ganharão um notebook e, na terceira colocação, um tablet.

PESQUISA - Durante o desenvolvimento da pesquisa dos estudantes, foram realizados testes na escola com armadilhas artesanais para capturar as larvas dos mosquitos. Após isso, foram realizados bioensaios, ou seja, dosagens para matar as larvas.

“Trabalhamos há três anos com essa pesquisa e ela sempre nos surpreendendo, seja com resultados das coletas e com os prêmios”, destacou a professora Eliana.

 No decorrer do segundo semestre deste ano, a escola irá aplicar a pesquisa com os demais alunos da instituição através da Campanha ‘A cruzada contra os mosquitos Aedes e Culex’. As atividades já iniciaram com panfletagens. A campanha consiste na sensibilização dos alunos em relação ao tema.


Tags: Roraima RR