NOTÍCIAS

Sergipe 15:11, 31 mar 2020 Projeto Robótica Maker do Colégio Estadual Francisco Rosa é selecionado no Prêmio Professor Transformador

Foto:

O professor Flávio Gilberto recebeu o certificado e o selo Professor Transformador, além de passar a integrar uma vitrine e comunidade exclusiva para conexão com outros educado

O projeto Oficina de Robótica Maker, do Colégio Estadual Secretário Francisco Rosa Santos, localizado no bairro Bugio, em Aracaju, o qual está em atividade desde o ano de 2013, foi selecionado para a segunda fase do Prêmio Professor Transformador, promovido pela Base2edu em parceria com o BettEducar Brasil. O congresso de Educação Básica é o maior da América Latina, e a primeira edição do prêmio surgiu com a finalidade de reconhecer projetos pedagógicos aplicados por docentes da Educação Básica de todo o país. Foram 1.270 projetos inscritos e 350 selecionados.

Como premiação pela classificação, o professor orientador do projeto, Flávio Gilberto, recebeu o certificado e o selo Professor Transformador, além de passar a integrar uma vitrine e comunidade exclusiva para conexão com outros educadores do Brasil.

No segundo semestre de 2018, o projeto de Robótica Educacional da unidade escolar foi contemplado no Edital Stem Tech Camp Brasil, financiado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e organizado pela equipe que promove a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE). Como recompensa, o projeto recebeu a quantia de R$ 13.000,00 para realizar outra inovação e desafio, por meio de oficinas itinerantes de Robótica Maker em escolas da Rede Pública, utilizando Impressoras 3D construídas pelos alunos do projeto, que trabalharam com dedicação como monitores das oficinas.

Em 2019, a gestora Ana Cristina (corresponsável pelo projeto) e o professor Flávio Gilberto foram convidados para apresentar os resultados na Stem Tech Camp Brasil 2019 e, em seguida,  para professores participantes da FEBRACE, respectivamente, ambos realizados  na Universidade de São Paulo (USP).

O projeto pretende auxiliar o processo de ensino-aprendizagem de conteúdos Stem por meio da realização de oficinas de Robótica e Impressão 3D (Cultura Maker), possibilitando a contextualização da teoria na prática com atividades mãos na massa; analisando o potencial desses recursos como metodologias ativas, numa concepção de educação para a autonomia, desenvolvimento de competências e habilidades para o trabalho e para a vida.

Dessa forma, o projeto consegue sintonizar o papel da tecnologia na educação, conforme as definições da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Segundo o professor Flávio Gilberto, trabalhar com projetos é um desafio, mas é muito gratificante quando nossos alunos se esforçam e desenvolvem competências e habilidades. “Além de crescimento de sua autoestima. Agradeço bastante o apoio do diretor Rubens e de toda a coordenação do Colégio Francisco Rosa, que apoia e incentiva constantemente todos os envolvidos, se esforçando pela continuidade do projeto”, disse.

Quanto à classificação para a segunda etapa, o professor continua: “já considero um prêmio receber o selo da BettEducar Brasil em nosso projeto, ter recebido um feedback de especialistas da área e a chance de participar dessa rede com outros professores transformadores. Agradeço a todos os alunos que participaram e participam do projeto”

Novidades

Neste ano letivo, o projeto se remodelou em Oficinas de Tecnologias e Empreendedorismo para atender a alunos do Ensino Integral e Ensino Regular Noturno. Entre as oficinas oferecidas aos alunos, destacam-se Modelagem e Impressão 3D (com impressoras 3D montadas pelos alunos), Automação Residencial pelo Celular, Criação de Aplicativos, Programação de Sensores para aprendizagem STEM, Robótica com Arduino, Tecnologias Assistivas e Educacionais e cursos de empreendedorismo (modalidade virtual).

Tags: Sergipe SE