NOTÍCIAS

Amazonas 11:07, 11 mar 2019 Provão Eletrônico da Seduc-AM ajudou 25 mil mulheres a concluírem os estudos no último ano

Provão Eletrônico da Seduc-AM ajudou 25 mil mulheres a concluírem os estudos no último ano

Com ensino concluído, mulheres tem mais chance de acesso ao mercado de trabalho

O emprego com carteira assinada é sonho antigo de Meirejane Nascimento, 55, mas as dificuldades da vida adiaram as oportunidades. “Estou desempregada e sei que estudar me daria oportunidades, mas tendo que cuidar de casa ficou cada vez mais difícil encontrar tempo”, afirma. Para ela, as coisas mudaram quando surgiu a oportunidade de fazer o Provão Eletrônico, sistema de avaliação da Seduc-AM para obtenção dos certificados de ensino fundamental e médio.

A dona de casa estudou até os primeiros anos do ensino fundamental, motivo pelo qual encontra dificuldade na hora de encontrar emprego formal. “Hoje em dia, para quem não tem o ensino médio completo, fica difícil conseguir trabalho e dar dignidade à sua família. Ainda mais eu que estou com 55 anos e as oportunidades se tornam mais complicadas”, conclui.

Diferente do supletivo regular, a prova é dividida por matérias, facilitando o estudo de quem aplica. O provão é realizado mediante agendamento e pode ser feito na própria Seduc ou nas escolas cadastradas. Desde janeiro do último ano, mais de 25.000 mulheres realizaram as provas.

Para Meirejane, o incentivo das mulheres da Gerência de Atendimento Específico e Diversidade, que realiza as provas, foi essencial. “Eu fui muito bem atendida e vi que não é algo impossível para mim. Estou esperançosa que vou conseguir o certificado de conclusão dos meus estudos e aí retomar minha vida profissional”, conclui.

De acordo com a professora Andréia Bandeira, gerente de Atendimento Educacional Específico e da Diversidade, a unidade atende diversas mulheres e tem na avaliação um importante papel de empoderamento para elas.

“O provão é uma janela de oportunidade para muitas mulheres que não puderam concluir o ensino do tempo regular por qualquer motivo. Por ser uma prova dividida em matérias, é possível que elas estudem separadamente e se preparem para fazer uma prova por vez, com mais chances de serem aprovadas,” comenta.

Para as mulheres que trabalham na gerência, compartilhar o resultado das aplicantes para as provas é motivação para todo o resto do trabalho. “Muitas mulheres passaram a vida tendo que priorizar outras coisas ou sem oportunidades para realizarem seus próprios sonhos. E tem na educação uma oportunidade de começar algo novo”, comenta Lenice Torres, servidora no setor desde 1993.

Ajudar as mulheres a realizar o provão é uma missão especial para as servidoras. “No provão elas persistem várias vezes até eliminar todas as disciplinas e chegar à conclusão dos estudos. Por isso, para nós, é muito emocionante ver o resultado ser concretizado por meio do certificado de conclusão. Motiva a gente a seguir trabalhando por elas,” conclui Andreia.

Ensino de Jovens e Adultos - Além das mulheres que procuram a secretaria diretamente para realização do provão, as estudantes da modalidade de Ensino de Jovens e Adultos têm na educação a chance de abrirem novas oportunidades e se empoderarem dentro e fora de sala de aula.

”As alunas participam ativamente das palestras onde trabalhamos temáticas ligadas a direitos e mecanismos de apoio, especialmente com relação à violência e ao feminicídio. Nosso objetivo principal é que a educação seja conscientizar que elas não estão sozinhas para combater esse tipo de situação”, afirma Andreia.

As aulas na modalidade EJA seguem o calendário regular de matrícula da rede pública. Já o provão eletrônico é agendado em fluxo contínuo, diretamente na Seduc ou pelo site http://examesupletivo.seduc.am.gov.br/

FOTOS: Cleudilon Passarinho/ Seduc-AM

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM): Lívia Anselmo (99434-1005) e Mariana Filizola (99107-0902).


Tags: Ensino Médio Amazonas AM provão eletrônico seduc am