NOTÍCIAS

Sergipe 15:45, 26 jul 2019 Reunião Bimestral do Programa Bolsa Família na Educação incentiva a Busca Ativa Escolar

Foto:

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), através do Departamento de Educação (DED), realizou na manhã desta sexta-feira, 26, mais uma reunião bimestral do Programa Bolsa família na Educação. O encontro aconteceu no Auditório Professora Maria Hermínia Caldas, na sede da Seduc, em Aracaju (SE) e teve como público-alvo coordenadores municipais e coordenadores operacionais da Busca Ativa.

A reunião teve como objetivo fortalecer a interlocução do trabalho da Busca Ativa Escolas com o Bolsa Família, duas ações que têm o mesmo objetivo: colocar a criança na escola. A diretora do Departamento de Educação (DED) da Seduc e coordenadora operacional da Busca Ativa Escolar em Sergipe, Ana Lúcia Muricy assistiu aos compartilhamentos de experiências e ressaltou a importância da integração entre os setores para atingir o objetivo de matricular as crianças na escola

"Eu me emocionei com a apresentação das experiências. Isso mostra como podemos fazer uma ação integrada do Bolsa Família com o Busca Ativa. Já tivemos grandes avanços, mas ainda existem comunidades que não têm acesso a essa estrutura. Através do Bolsa Família, podemos ter uma articulação com todos os setores e assegurar o acesso à permanência com aprendizagem em nossas escolas. A Busca Ativa é constante, não pode ficar limitada apenas ao período de mutirão. Deve ser feito no ano todo. Temos que acolher esses alunos e fazer com que realmente aprendam", afirmou.

A professora Rute Lisboa Dias Rosendo, coordenadora estadual do Programa Bolsa Família na Educação, conduziu o evento e destacou a necessidade dessas reuniões bimestrais para fortalecer a interlocução entre o Bolsa Família e a Busca Ativa. "Esses encontros são uma oportunidade de apresentarmos os resultados de cada município, que recebemos do MEC, para fomentar essa integração entre os coordenadores e fortalecer a rede de proteção à criança e ao adolescente", declarou.

Experiências

Durante a reunião, foi realizado o compartilhamento de experiências exitosas de alguns participantes, como foi o caso de Josilene dos Santos, coordenadora municipal do Programa Bolsa Família na Educação e da Busca Ativa Escolar no município de Ilha das Flores. "A Busca Ativa Escolar é um ato de amor e renúncia. A gente não pode ficar só sentado atrás de uma mesa. Devemos articular e ir atrás das soluções, juntamente com outras instituições parceiras. Hoje vim compartilhar o caso de uma aluna que, com seis anos e inserida em uma família desestruturada, nunca tinha ido à escola. Nós conseguimos matriculá-la e hoje ela já tem grandes progressos", disse.

O encontro ainda contou com a participação da operadora estadual auxiliar do Programa Bolsa Família na Educação, Jaqueline dos Santos Bispo Andrade, que falou sobre a interlocução com o programa "Fora da Escola Não Pode", e da operadora estadual auxiliar Leila Santos Silva, que apresentou a Análise do Acompanhamento do Resultado da Frequência Escolar dos alunos beneficiários do Bolsa Família. Segundo ela, atualmente 252.335 crianças estão sendo atendidas pelo programa em Sergipe.

Os participantes destacaram a importância das reuniões bimestrais para a troca de experiências. Foi o caso de Wedna Anchieta Santos Viana, coordenadora no município de Brejo Grande. "Em cada encontro bimestral a gente vem adquirindo um grande conhecimento. Com as orientações que venho recebendo, já promovi reuniões intersetoriais em meu município, fizemos a busca ativa nas escolas e tivemos bons resultados, fazendo com que alunos retornassem às escolas", declarou.

Karolaine Rodrigues Farias, coordenadora no município de Arauá, também elogiou a iniciativa dos encontros. "Através dessas reuniões nós nos mantemos bem informados e temos uma ligação com outros municípios, o que facilita a comunicação entre os envolvidos. Os encontros têm a participação de profissionais de outras secretarias e instituições, o que facilita o acesso às informações de que a gente precisa", afirmou.

A mesma opinião foi compartilhada por Júlio Santos Cardoso, coordenador em Cedro de São João e que participou pela primeira vez. "Além de termos uma visão geral do que está acontecendo, trocamos experiências com outros municípios, vemos realidades que às vezes são iguais à nossa, e isso nos ajuda a buscar soluções para as nossas dificuldades", disse.

Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda com condicionalidades, voltado para famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. O programa se estrutura em torno de três eixos: transferência de renda, condicionalidades e ações complementares. As condicionalidades reforçam o acesso a direitos sociais básicos nas áreas de Educação, Saúde e Assistência Social.


Tags: Sergipe SE Bolsa Família na Escola Busca ativa