NOTÍCIAS

Consciência Negra 16:09, 5 dez 2019 “Saberes e Fazeres: Ancestrais e Tradicionais – Indígenas e Africanos” são temáticas de feira na E. E. Luisa Vidal Borges Daniel

“Saberes e Fazeres: Ancestrais e Tradicionais – Indígenas e Africanos” são temáticas de feira na E. E. Luisa Vidal Borges Daniel

A feira permitiu ao estudante à participação ativa nos trabalhos, aprimoramento das competências científicas e a valorização da pluralidade cultural.

Campo Grande (MS) – A Escola Estadual Luisa Vidal Borges Daniel, inserida no ensino em tempo integral, através do programa Escola da Autoria, localizada no Bairro Bom Jardim, em Campo Grande, realizou, no dia 09 de novembro, a IV Feira Científica e Cultural, com o tema “Saberes e Fazeres: Ancestrais e Tradicionais – Indígenas e Africanos”.

Abrangendo a necessidade de garantir no currículo escolar a História e Cultura Afro-brasileira e Indígena, foi proposta, ao longo do ano letivo, um projeto de reversão epistêmica com as pesquisas dos estudantes organizados em grupos de trabalho.

Os trabalhos dos estudantes foram desenvolvidos dentro de cinco grupos temáticos: GT 1 – Ancestralidades e Saberes Tradicionais Indígenas, GT 2 – Ancestralidade e Saberes Tradicionais Africanos e Afro-brasileiros, GT 3 – Cores do Brasil, GT 4 – Sabor Afro-Indígena Brasileiro, GT 5 – Escrita Literária Indígena como a arte de escrever a sua História.

A Feira Científica e Cultural foi organizada para instigar o protagonismo dos estudantes, permitindo à participação ativa no desenvolvimento dos trabalhos, proporcionar o aprimoramento das competências científicas e a valorização da pluralidade cultural. Nesta IV edição foram apresentadas as experiências e reflexões decorrentes do processo de pesquisa e elaboração de trabalhos dos estudantes realizados durante esse ano.

A comunidade externa prestigiou o evento, pais e familiares dos estudantes, representantes da Secretaria de Educação do Estado (SED) e o coordenador da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), Henrique Terena e esposa Corina Terena.

Texto: Adersino Junior – Secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul


Tags: Mato Grosso do Sul MS Consciência Negra