NOTÍCIAS

sarau 14:30, 27 set 2019 Sarau: Raízes Negras é desenvolvido e apresentado na EE Padre Nunes

Sarau: Raízes Negras é desenvolvido e apresentado na EE Padre Nunes

Cultura e história afro-brasileira foi enfoque do Sarau, contou com participação do mestre de capoeira Pernalonga e escritora Gleyciely Nonato.

Campo Grande (MS) – Estudantes da Escola Estadual Padre Nunes, em Coxim-MS, participaram, no dia 13 de setembro, no anfiteatro da instituição, da apresentação das atividades desenvolvidas do Projeto do Sarau: “Raízes Negras: Cultura e história afro-brasileira”.

O Projeto idealizado e orquestrado pela professora de Língua Portuguesa, Adriana Bronzatte Teixeira, contou com o apoio do coordenador pedagógico Erasmo Peixoto e da gestora Gisele Fuzineli Firmino.

O envolvimento dos estudantes do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, além de participações especiais, como da escritora Gleyciely Nonato e do capoeirista Mestre Pernalonga, proporcionaram aos espectadores momentos de conhecimento da cultura afro-brasileira, representada, através dos trabalhos desenvolvidos pelos estudantes, assim como, resultou no encantamento, de todos os participantes, durante as apresentações como narrações de histórias e declamações de poesias.

O sarau enalteceu a cultura afro-brasileira com músicas, danças de matriz africana e poemas de autores afros descendentes, sendo um deles declamado pela professora formadora da CRE4/SED Justina Paiva.

A professora Adriana lembrou que o “nosso país é fruto de uma miscigenação entre culturas que o faz rico, lindo e único e que devemos observar o que acontece no interior da escola, prestando atenção às cenas e situações que possam ridicularizar o aluno negro, bem com o índio ou aqueles que se sintam diferentes”.

Este tipo de Projeto, de acordo com a professora Adriana, é oportuno diante da importância e relevância do tema abordado, o qual deve ser discutido diariamente pela sociedade em geral e na escola, teve um grande envolvimento dos estudantes perfazendo assim, o protagonismo juvenil.

Texto – Adersino Junior – Secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul


Tags: Mato Grosso do Sul MS sarau