16:53, 6 out 2016
Planejamento Estratégico

Secretaria da Educação dá continuidade à revisão do PES 2017-2018

Foto: Adilvan Nogueira / Seduc Tocantins

Dando continuidade a revisão do Plano Estratégico da Secretaria (PES), para 2017-2018, a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), professora Wanessa Sechim reuniu-se com superi

Seleucia Fontes / Governo do Tocantins

Dando continuidade a revisão do Plano Estratégico da Secretaria (PES),  para 2017-2018, a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), professora Wanessa Sechim reuniu-se com superintendentes, diretores, gerentes e chefes de assessoria da pasta nesta segunda. Durante o encontro, que foi realizado no auditório da Assembleia Legislativa, a secretária destacou a importância da participação de toda a equipe na consolidação do planejamento. “Estamos definindo os objetivos estratégicos para 2017 e 2018, e quando compartilhamos com todos a possibilidade de acertar é maior”, defendeu.

O superintendente de Tecnologia e Inovação, Wilson Alves Pereira, apresentou a metodologia de trabalho utilizada nas primeiras etapas e o resultado do levantamento dos prontos críticos da Educação e metas a serem atingidas em 2017 e 2018, que incluem a melhoria dos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e a redução da taxa de evasão escolar. “Queremos garantir educação de qualidade para todos, por meio do fortalecimento das escolas”, enfatizou.

Após a apresentação da síntese do diagnóstico, o superintendente solicitou que os diversos setores da Seduc reúnam-se para discutir propostas para o plano de ação. De acordo com a professora Wanessa, a meta é encerrar este trabalho até o dia 15, para posterior apreciação ao governador Marcelo Miranda e ao grupo gestor, e até o dia 30 de outubro levar aos demais servidores da Seduc.

Ensino Médio

A Medida Provisória que propõe a reforma do Ensino Média também foi tema da reunião desta segunda. “Nós fizemos um estudo aprofundado”, revelou a secretária da Educação, Juventude e Esportes, lembrando que o Ministério da Educação condiciona a implementação de pontos da reforma à aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). 


Compartilhar

Outras Notícias