NOTÍCIAS

Sergipe 17:39, 4 nov 2020 Secretário de Sergipe apresenta plano de retomada das aulas presenciais na Assembleia Legislativa

Foto:

Apresentação ocorreu na sessão mista da Alese

A fim de apresentar o planejamento para o retorno das atividades presenciais nas escolas da rede estadual, bem como explanar sobre as ações empreendidas durante a suspensão das aulas, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o secretário de Estado da Educação do Esporte e da Cultura (Seduc), professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, participou nesta quarta-feira, 4, de sessão mista na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese), atendendo ao requerimento feito pelo deputado estadual Iran Barbosa (PT).

Inicialmente, Modesto fez uma apresentação resumida das medidas adotadas pela Seduc, no fim de março, com a suspensão das atividades presenciais, a exemplo da constituição do Comitê de Enfrentamento à Crise, que culminou na implantação de diversas ações para apoiar e dar suporte aos estudantes e professores, mediante as aulas remotas. “Agradeço a esta casa pelo privilégio de expor a situação da educação pública estadual, no momento atual de pandemia, ocasionando a paralisação das atividades presenciais de ensino, com impacto imenso sobre a aprendizagem e socialização das nossas crianças e jovens”, declarou, ao reconhecer o trabalho desenvolvido pelas escolas estaduais diante do cenário desafiador.

O gestor ainda completa: “O que ficou muito claro para todos nós é que o processo de ensino e aprendizagem é muito mais profícuo quando feito presencialmente. É verdade que os meios tecnológicos têm ocupado, em situações normais, uma faixa importante das atividades de ensino; porém, para as crianças e adolescentes, a convivência de gerações distintas e a mesma geração em sala de aula são um elemento imprescindível para maturação e desenvolvimento enquanto cidadãos e indivíduos”.

No pleno, o secretário estadual detalhou todos os passos do plano de retomada, começando pelo autorizo do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais do Governo de Sergipe, que estabeleceu o retorno das aulas presenciais por etapas. Nesse sentido, para efetiva operação dessa retomada, a Seduc instituiu diversas frentes de trabalho as quais resultaram na criação de guias orientadores para o corpo pedagógico, gestão de pessoas e administração da unidade.

Durante a apresentação dos guias, Josué Modesto reforçou que o retorno se dará de forma parcial, gradual e segura, com previsão de retomada somente para alunos das turmas das terceiras séries do Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos, Educação Profissional e do curso Pré-Universitário, em 204 escolas nos 75 municípios, o que corresponde a 14% do total de 153.875 matriculados na rede estadual. Ele ainda lembrou que a adesão ao modo presencial será de total autonomia das famílias, por meio de termo que deve ser assinado pelos pais ou responsáveis pelo estudante. “As aulas remotas devem permanecer diariamente, e as aulas presenciais ocorrerão de forma escalonada. Para isso, os estudantes serão divididos em grupos, que farão revezamento com aulas presenciais e remotas”, explica.

O fortalecimento da gestão de pessoas foi um dos pontos tratados pelo secretário, especialmente no que se refere à saúde dos servidores que estarão na linha de frente das atividades diárias, enfatizando que os profissionais que atuam na escola e se encontram em grupo de risco não retornarão ao trabalho presencial.

Para tanto, o corpo pedagógico das escolas está sendo reforçado com a convocação de professores substitutos: em julho, o governo do Estado convocou 208 professores, no início de outubro foram 104 professores recrutados, por meio do programa Carência Zero, que visa suprir a falta de profissional da carreira, em caráter temporário, ocasionada por afastamentos temporários legalmente previstos, desde que não se ultrapassem 20% do total de docentes efetivos em exercício na rede pública estadual de ensino.

Além disso, o Estado convocou 95 executores de serviços básicos. “Foram convocados pelo Governo de Sergipe para entrega de documentos mais de 90 candidatos habilitados e classificados no Processo Seletivo Simplificado 03/2018 para a função de executor de serviços básicos, com o intuito de dotar as unidades de ensino de recursos humanos que coloquem em prática os protocolos de limpeza e manutenção no retorno presencial”, afirma.

Investimentos

Dando prosseguimento aos esclarecimentos, Modesto ainda informou os investimentos para a melhoria da infraestrutura das escolas, aquisição de materiais e insumos com verba disponibilizada para os Conselhos Escolares, e renovação do parque tecnológico da rede estadual.

Com investimentos na ordem de R$ 36 milhões, a Seduc vai realizar intervenções para a melhoria da infraestrutura das escolas, a exemplo de pequenas obras de acessibilidade, serviços de reformas e manutenção. Sessenta escolas passam por completa requalificação, e diversos serviços de manutenção estão sendo feitos em mais de 300 delas.

Já com a renovação do parque tecnológico, a Seduc irá investir precisamente R$ 39.521.542,39. O objetivo é qualificar a educação, bem como promover mais melhorias para a comunidade escolar no retorno gradual das aulas presenciais e continuação do ensino híbrido. Somente em aquisição de computadores e impressoras para as escolas estão sendo investidos R$ 10.889.797,10.

“Já o plano de investimento em infraestrutura conta com um investimento de R$ 28.631.745,29. Esses recursos estão sendo aplicados em implantação de solução de rede segura e WiFi, implantação de solução de segurança (NGFW Core), Datacenter (implantação de solução integrada de computação, armazenamento, redes, backup e replicação (hiperconvergência), atualização da Solução de Backup, Datacenter Pré-Fabricado e Internet Patrocinada para professores e estudantes”, concluiu.


Tags: Sergipe SE Plano de Retomada das Aulas