NOTÍCIAS

Sergipe 11:51, 25 jul 2019 Seduc e Undime/SE juntos na readequação do Projeto Político Pedagógico à luz do currículo sergipano

Equipe Seduc, Prefeitura de São Cristóvão e Undime Quitéria Lúcia de Barros, secretária de Educação de São Cristóvão Ana Lúcia Muricy
Foto: Heitor Xavier/ Prefeitura Municipal de São Cristóvão

São cerca de cinco seminários municipais visando à implementação do Currículo de Sergipe nas redes municipais de ensino

Visando à implementação do Currículo de Sergipe nas escolas das redes Estadual, Municipais e Particular do Estado, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), em regime de colaboração com a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/SE), está realizando desde o mês de junho uma série de 14 Seminários Regionais, 12 já concluídos, para readequação dos Projetos Políticos Pedagógicos à Luz do Currículo de Sergipe.

No dia 22 de julho de 2019, o Seminário ocorreu para cerca de 130 pessoas no Convento do Carmo, Salão Sagrada Família, situado na rua da Ladeira da Banca, Centro Histórico de São Cristóvão, com gestores das secretarias municipais de Educação e instituições de ensino das municipais da Grande Aracaju e Leste Sergipano, com representantes de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Itaporanga D´Ajuda, Laranjeiras, Maruim, Nossa Senhora do Socorro, Riachuelo, Santo Amaro das Brotas e São Cristóvão.

A mesa de abertura teve participação do prefeito de São Cristóvão, Marco Santana; da secretária municipal de Educação, Quitéria Lúcia; dos coordenadores estaduais do Currículo de Sergipe, Ana Lúcia Lima (Seduc) e Rogério Tenório (Undime), e do presidente da UNCME/SE, José Inácio.

A coordenadora do Currículo e diretora do Departamento de Educação da Seduc explica que o ano de 2019 é decisivo para a implementação do Currículo de Sergipe. Nesse sentido, duas ações merecem uma atenção especial das redes de ensino: a reelaboração do PPP à luz do Currículo de Sergipe e a formação dos professores e gestores. "Esse momento de formação com os gestores escolares tem justamente o objetivo de subsidiar as comunidades escolares para reavaliarem suas propostas pedagógicas, adequando-as ao Currículo de Sergipe, a fim de que o foco do trabalho escolar seja a aprendizagem dos alunos e o desenvolvimento das competências e habilidades", afirma.

O presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime – Sergipe), José Thiago Alves de Carvalho, disse que a parceria entre a instituição e a Seduc  tem sido de fundamental importância para levar as formações às regionais. "Agradecemos a receptividade da Educação de São Cristóvão, esse que foi o terceiro seminário e faltam dois outros para fecharmos um cinclo de cinco, através dos quais discutimos os PPPs como garantidores da efetivação do Curriculo que foi aprovado recentemente em nosso estado", afirmou.

A formação foi conduzida pela professora Flora Michelle, técnica do Conselho Estadual de Educação, e teve como ponto inicial o diagnóstico dos PPPs atuais das escolas. Através de atividade, eles puderam analisar os pontos fortes e fracos de seus documentos. Em seguida ela orientou os participantes sobre a readequação do Referencial Teórico e Proposta Curricular à Luz da BNCC e do Currículo de Sergipe. Após a explanação eles tiveram a oportunidade de consolidar as ideias e elaborar o Plano de Ação com as atividades necessárias para readequação dos PPPs, a fim de que retornem às instituições educacionais de posse das bases necessárias para a reelaboração dos PPPs com a colaboração da Comunidade Escolar.

As atividades realizadas foram fundamentadas nas resoluções 05/2015, 04/2018 e 01/2019 do Conselho Estadual de Educação. Os materiais elaborados, utilizados em toda a vivência e disponibilizados para todos os participantes foram: descritivo para elaboração do PPP, Plano de Ação, poesia popular, slide, atividade mão na massa e consolidação de ideias, cujo objetivo é instrumentalizar o gestor para a reelaboração dos PPPs à Luz do Currículo de Sergipe.

"Toda Vivência foi concedida em torno de Metodologias Ativas, reafirmando o tipo de aula que tem o foco nas habilidades e competências", explica a ministrante.