NOTÍCIAS

esporte escolar 11:33, 26 nov 2020 Sergipe receberá seletiva do maior evento esportivo escolar do mundo

Foto:

Seletiva nacional da Gymnasíade Escolar 2021 será realizada em Aracaju, entre os dias 27 de julho e 31 de agosto

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, e o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho, realizaram, nesta terça-feira (24), a cerimônia de Lançamento da Seletiva Nacional da Gymnasíade Escolar 2021, que terá como sede Aracaju, em 2021. A solenidade foi realizada no auditório do Palácio dos Despachos, na capital sergipana, e reuniu autoridades e representantes de modalidades esportivas, dentre eles o campeão olímpico e padrinho da CBDE, Giba, a ex-atleta olímpica e secretária Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis), Fabíola Molina, e o presidente da Comissão do Esporte da Câmara, o deputado federal Fábio Mitidieri.

Devido à pandemia em 2020, o evento foi adiado para 2021. Os estudantes brasileiros vão tentar vaga no evento durante a seletiva nacional, programada para Aracaju, entre os dias 27 de julho e 31 de agosto. Já as disputas por medalha serão realizadas na cidade de Jinjiang, na China, em outubro. 

Além do estímulo à prática esportiva para os jovens sergipanos, o governador Belivaldo Chagas destacou a importância do evento, também, para economia do estado, especialmente, para a atividade turística nessa fase de recuperação econômica. "Daqui sairão jovens que representarão o Brasil na China e o evento despertará nos nossos jovens um maior interesse pelo esporte. E diretamente estaremos recebendo cerca de 7 mil pessoas que  ocuparão a rede hoteleira e conhecerão um pouco da nossa cultura. Fico muito feliz por termos essa oportunidade, que é motivo de muita satisfação, alegria e trabalho", declarou o governador.

A Gymnasíade, como é conhecida, é um evento que ocorre de 2 em 2 anos e reúne mais de 100 países em cada edição. O Brasil, uma potência esportiva escolar mundial, é único país do mundo a ficar entre os três primeiros colocados nas últimas edições, que foram realizadas em Brasília-DF (2013), na Turquia (2016) e em Marrocos (2018). 

"Deslocaremos de todos os estados, cerca de 6.500 competidores. Se envolvermos a equipe de trabalho e os pais dos atletas, que geralmente acompanham seus filhos, são cerca de 10 mil pessoas. Estamos muito felizes, o Governo do Estado abraçou nossa ideia e estamos todos prontos para transformar Aracaju, Sergipe, na capital mundial do esporte escolar", pontuou Antônio Hora Filho. 

O secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, ressaltou o quanto o evento auxiliará a cadeia produtiva do turismo em Sergipe, uma vez que os atletas e familiares utilizarão a rede hoteleira por cerca de um mês inteiro e a equipe de trabalho por 40 dias. "Serão mais de 6.000 atletas em um mês e mais 5 mil nos Jogos Escolares da Juventude, durante 15 dias, garantindo uma excelente ocupação hoteleira, movimentação em bares, restaurantes, transportes, toda uma cadeia econômica que vai ser movimentada com esses eventos esportivos. E nós queremos muito mais, temos conversado muito com superintende de Esporte, para que a gente viaje o país em buscar de mais eventos, para que o esporte continue ajudando a alavancar o turismo", informou.

A superintendente Especial de Esporte (Supee), Mariana Dantas, acrescentou que, quanto à segurança sanitária, o Estado e a organização do evento seguirão todos os protocolos de saúde preconizados pelos órgãos estaduais e federais. "O Governo de Sergipe está sempre sensível ao fomento do esporte.  Por isso estamos atentos e bem alinhados com as autoridades em saúde, tudo está sendo feito com a maior cautela possível. A gente está trabalhando com todo cuidado para que esses atletas e todos os envolvidos tenham a segurança como já vem sendo propagado por todos os decretos governamentais, que presam sempre pela saúde e segurança de toda a população.", explanou.

Sergipe

A capital de Sergipe, Aracaju, uma das cidades mais importantes para o desenvolvimento do desporto escolar brasileiro, por já ter sido sede de inúmeros campeonatos brasileiros organizados pela CBDE e por ter sediado campeonatos internacionais do desporto escolar, tem em seu DNA a base esportiva escolar nacional. 

Segundo o vice-presidente da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), Robson Aguiar, Sergipe tem demonstrado ser um estado organizador de grandes eventos. "Já organizamos aqui vários eventos da CBDE. Em 2014, realizamos o Sul-americano escolar, em 2015, o Mundial de Vôlei de Praia, então a estrutura que o governo dá para os Jogos Escolares, nos tranquiliza e, por isso, decidimos junto com nossos diretores da CBDE, trazer esse evento para Sergipe. Exatamente porque o governo estadual e municipal sempre nos apoia, isso tranquiliza qualquer entidade para organizar eventos como este", expôs.

Representando o secretário Especial do Esporte, Marcelo Reis Magalhães, a secretária Nacional de Esporte, Fabíola Molina, afirmou que receber um evento como esse é sinal de prestígio e de grande responsabilidade para Sergipe. "A gente agradece por Sergipe fazer tanto. O esporte tem o poder da união, quando as pessoas se unem em prol dele, as coisas acontecem. O mais importante do esporte escolar é formação de cidadãos do bem, de brasileiros com valores, que lutam por um ideal. É uma honra contribuir com a realização desse evento e ver os nossos jovens representando o Brasil na Gymnasíade", concluiu.


Tags: Sergipe SE esporte escolar