NOTÍCIAS

Setembro Amarelo 09:18, 4 set 2020 Setembro Amarelo: Escolas estaduais abordam conteúdos de educação emocional para valorização da vida

Setembro Amarelo: Escolas estaduais abordam conteúdos de educação emocional para valorização da vida

Unidades escolares planejam atividades não presenciais para promoção de autoconhecimento e autoestima dos estudantes, como forma de combate ao suicídio

O governo de Goiás realiza dentro da campanha Setembro Amarelo junto as unidades escolares da rede estadual de ensino uma programação especial com os estudantes, ao longo deste mês, de valorização à vida e combate ao suicídio.

Orientadas por um material de apoio organizado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), as instituições de ensino devem planejar, junto às Coordenações Regionais de Educação (CREs), aulas não presenciais que promovam autoconhecimento, autoestima e escuta compreensiva dos alunos.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e com o Sistema de Informação sobre Mortalidade, uma média de 800 mil pessoas por ano cometem suicídio no mundo, dentre as quais 11 mil são do Brasil. O suicídio é considerada a quarta maior causa de morte entre pessoas de 18 a 29 anos.

Educação emocional

Segundo o gerente de Programas e Projetos Intersetoriais e Socioeducação da Seduc, Marcos Pedro da Silva, em uma perspectiva de formação integral, é importante que as unidades educacionais trabalhem também conteúdos de educação emocional.

“A escola pode desenvolver habilidades e competências para redimensionar situações-problema e encarar as adversidades da vida. É relevante criar um ambiente seguro e acolhedor para que sentimentos como intimidação, indiferença e insegurança sejam abordados com tranquilidade e de maneira produtiva”, explicou o gerente.

Para o desenvolvimento desse tema, as escolas podem promover rodas de conversa, produção de poemas, crônicas e fábulas, materiais audiovisuais, áudios e imagens. Todas as atividades devem incentivar a participação ativa e protagonismo dos alunos.

Para subsidiar o trabalho das unidades escolares, a Seduc irá encaminhar, nesta semana, um material de apoio com informações do Ministério da Saúde e da Associação Brasileira de Psiquiatria para todas as CREs.

Capacitação

Além do material repassado às instituições de ensino para elaboração das atividades não presenciais, a Seduc vai realizar uma capacitação à distância sobre escuta compreensiva e abordagens de prevenção ao suicídio, destinada articuladores do Programa Saúde na Escola (PSE).

Os articuladores são profissionais de Educação lotados nas Coordenações Regionais e responsáveis por acompanhar as escolas em questões de saúde e desenvolvimento social.

A formação será realizada em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV) entre os dias 14 e 18 de setembro, com carga horária de 10 horas. O objetivo é capacitar os articuladores a escutarem e atenderem os estudantes de maneira sensível e acolhedora, sem julgamentos ou indiferença.

Webconferência de culminância

No dia 30 de setembro, a Seduc e o CVV vão realizar uma webconferência para compartilhamento de atividades executadas nas escolas durante o Setembro Amarelo. Cada Coordenação Regional de Educação será representada por um estudante, que fará uma apresentação sobre o tema.

O link de participação será encaminhado pelos articuladores do PSE, por e-mail e grupos de WhatsApp. A webconferência está marcada para às 9 horas e tem previsão de conclusão às 12 horas.


Tags: Ensino Médio GO Fátima Gavioli ensino fundamental Ensino Médio Integrado Governo de Goiás Setembro Amarelo Ronaldo Caiado