NOTÍCIAS

Rio Grande do Sul 10:09, 7 abr 2017 Software permite melhorar transporte escolar e aplicação de recursos

Uma equipe com 20 profissionais, entre programadores, analistas, testadores, designers, entre outros profissionais, participou do desenvolvimento da ferramenta.  A implantação de um software de gestão do transporte escolar permitirá à Secretaria da Educação do Rio Grande do Sul conhecer o custo exato de cada trajeto percorrido diariamente.
Foto: Roberto Witter, Seduc-RS

Com tratativas iniciadas em 2015, um piloto entra em funcionamento esta semana no município de Palmeira das Missões, na Região do Rio da Várzea, Noroeste gaúcho.

Por Roberto Witter, Seduc/RS

A implantação de um software de gestão do transporte escolar permitirá à Secretaria da Educação conhecer o custo exato de cada trajeto percorrido diariamente por ônibus e vans que realizam o transporte de alunos da zona rural. As tratativas iniciaram em 2015 e um piloto entra em funcionamento esta semana, no município de Palmeira das Missões, na região do Rio da Várzea, Noroeste Gaúcho.

O software foi desenvolvido pela empresa Mstech Educação e Tecnologia e possui formulários de cadastro e de pesquisa do Sistema Municipal do Transporte Escolar, de veículos, condutores, monitores, fornecedores, rotas, combustíveis utilizados, dados de alunos usuários e das escolas nas quais estudam, entre outras informações. Com isso, as rotas poderão ser otimizadas, contribuindo para a melhor utilização dos recursos financeiros.

Uma equipe com 20 profissionais, entre programadores, analistas, testadores, designers, entre outros profissionais, participou do desenvolvimento da ferramenta, que consumiu aproximadamente mil horas de trabalho. As servidoras Lisete Link e Fátima Busatto atuaram junto à empresa, fornecendo as informações sobre o Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar (Peate).

“Esta ferramenta de gestão será um diferencial no Regime de Colaboração com os Municípios. O sistema de georreferenciamento possibilitará que tenhamos um retrato fiel do transporte escolar nos municípios, especificando o custo de cada roteiro”, avalia o diretor de Articulação com os Municípios da Secretaria da Educação, Itamar Baptista Chagas.

Capacitação

Nesta quarta-feira, a Mstech concluiu o processo de capacitação para utilização do sistema com dez servidores, pertencentes à 20ª Coordenadoria Regional de Educação e à prefeitura de Palmeira das Missões. O treinamento ocorreu no Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) da 20ª CRE.

Lançamento

O lançamento do software ocorreu na tarde desta quarta-feira (06/04), durante solenidade no auditório da Escola Três Mártires, em Palmeira das Missões. O ato contou com a presença do diretor de Articulação com os Municípios da Secretaria da Educação, Itamar Chagas, do prefeito Eduardo Russomano Freire, da coordenadora em exercício da 20ª CRE, Ana Jossade, vereadores e outras autoridades locais.

O Peate

O Peate transfere recursos financeiros aos municípios que realizam o transporte de alunos da educação básica da Rede Estadual, residentes no meio rural.

Para participar, o município assina um Termo de Adesão, sem necessidade de qualquer outro acordo, contrato ou convênio. O recebimento de recursos financeiros ocorre de acordo com o número de alunos da rede pública estadual, residentes no meio rural a uma distância mínima de dois quilômetros da escola pública mais próxima.

Em 2016, o Tesouro de Estado destinou aos municípios o valor de R$ 115,4 milhões para o financiamento do transporte escolar de alunos da rede estadual. Para o ano de 2017, os 467 municípios receberão R$ 152 milhões, um aporte 32% superior ao período anterior.


Tags: Tecnologia Rio Grande do Sul RS Gestão Educacional Transporte Escolar