NOTÍCIAS

COLABORAÇÃO 11:25, 23 jun 2020 Web conferência destaca importância de planejamento conjunto para voltas às aulas em AL

Web conferência destaca importância de planejamento conjunto para voltas às aulas em AL

Promovido pela Undime-AL, momento reuniu agentes da educação alagoana e do Ceará para debater as possibilidades e sugestões para o retorno das atividades no ambiente escolar

A reorganização do calendário escolar em Alagoas após a pandemia foi tema de uma Web conferência organizada pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de Alagoas (Undime-AL). Participaram da discussão o presidente da Undime-AL, Rubens Araújo, a secretária de Estado da Educação de Alagoas, Laura Souza; a vice coordenadora nacional da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME) e coordenadora da UNCME-AL, Marly Vidinha. O deputado estadual e presidente da Comissão de Educação da ALE, Marcelo Beltrão. O presidente do Conselho Estadual de Educação de Alagoas, Mário César Jucá e a presidente da Undime-CE, Luiza Aurélia. A web conferência foi mediada pelo professor Neilton Nunes, técnico na Undime-AL.

Live da Undime discutiu cenário para retomada das aulas presenciais fotos reproducap 1 Copia

Durante a web conferência - que pode ser acessada em: https://youtu.be/PKnvWCWSmog  - destacou-se a importância do diálogo, união, e planejamento na decisão da volta às aulas da rede pública. Entre os assuntos, as orientações dadas pelas instituições sanitárias que devem ser observadas durante o planejamento do retorno das aulas, a reorganização do calendário escolar e da carga horária das disciplinas e os métodos que serão tomados para garantir a segurança dentro e no trajeto até o ambiente escolar.

Volta com segurança - Entre as medidas para o retorno na rede estadual de ensino -  que ainda não tem data prevista devido aos altos índices de contaminação pelo Coronavírus - está a criação de comitês operacionais com presença de órgãos de controle, de regulamentação e secretarias como saúde e assistência social. Outra medida é a criação de um Núcleo de Saúde Mental e Acolhimento, que atenderá a comunidade escolar no retorno às aulas, visando minimizar os impactos causados pelas perdas de vidas e situação de estresse pós-traumático durante o isolamento social por conta da pandemia.

“Nesse momento, numa situação nova e com os desafios e responsabilidades, é preciso olhar para o lado humano. A Seduc já vem realizando esse trabalho de retorno, todos fomos pegos de surpresa com a interrupção das aulas e nosso objetivo é não perder o vínculo com os alunos e manter aprendizagem com ensino remoto. Junto à Undime e ao Conselho Estadual de Educação vamos pôr a mão na massa para avançar a discussão”, explica a secretária Laura Souza.

liveundime19

A secretária frisou que o retorno às atividades presenciais só acontecerá quando houver segurança e que levará em conta a realidade de cada escola e região. “A decisão de voltar será quando a rede puder ter segurança nas escolas. É preciso ter calma e a volta precisa ser planejada. Para decidir quem volta primeiro, é preciso discutir coletivamente, um trabalho regionalizado e escalonado, cada caso é um caso. Teremos um protocolo que será validado pelas autoridades de saúde, onde consideraremos vários aspectos e a escolas só reabrirão se sentirem que têm condições de cumprir este protocolo”, destaca.

Laura lembrou ainda que será necessário elaborar um plano de contingência também com orientações sobre o que fazer numa possível segunda ondo de suspensão. E que a Seduc também investirá na formação de professores para esta nova realidade de ensino híbrido que deverá se consolidar após o fim da pandemia.

Mario Cesar Juca presidente CEE foto reproducao

Novo cenário – O presidente do Conselho Estadual de Educação (CEE), Mário César Jucá; o deputado estadual Marcelo Beltrão, membro da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) e o presidente da Undime- AL, Carlos Rubens Araújo, também ressaltam a importância da união de esforços e de um planejamento coletivo para a volta às aulas presenciais.

“Estamos acompanhando de perto e olhando as possibilidades de retorno. Não há uma solução para o nosso país de uma saída que seja uniforme, é um processo que deve ser estudado, observado. Estamos acompanhando também a situação das escolas particulares, em especial de Educação Infantil. Precisamos construir uma resolução que atenda aos anseios da sociedade alagoana”, avalia Jucá.

Deputado Marcelo Beltrão diz que Estado e Municípios dvem fortalecer a união fotos reproducao Copia

“É preciso planejamento e mais momentos de diálogo para discutir essas dificuldades, que não serão poucas, e prever os cenários de retomada. Estado e Municípios deverão estar sincronizados e precisamos criar esses cenários. Essa retomada não é só responsabilidade da Secretaria de Estado da Educação, demanda a participação de mais atores que proporcionarão segurança desde a ida do aluno para escola, sua estádia em sala de aula e retorno para casa”, propõe o deputado Marcelo Beltrão.

Live da Undime discutiu cenário para retomada das aulas presenciais fotos reproducap 2 Copia

Para Carlos Rubens, a educação não será a mesma quando as aulas presenciais retornarem.  “Por isso, é preciso que essa volta aconteça a partir de um planejamento sólido, que apresente todos os diagnósticos, atendendo às realidades de cada município, garanta igualdade de oportunidade e preserve vidas de professores, estudantes e seus familiares”, finaliza.


Tags: Alagoas AL Rede Pública Estadual Volta às aulas Escola 10 Covid-19 COLABORAÇÃO