Secretarias do RJ e PR apresentam dados sobre educação nas prisões




Dos 15.513 presos do estado do Paraná, somente 3.973 são atendidos por programas da secretaria do estado, segundo o representante Edilson Gomes Costa. “Infelizmente fatores como falta de espaços adequados nas penitenciárias, faz com que o Paraná não tenha condições de atender mais detentos”, apontou.


De acordo com Edilson, para tentar resolver alguns dos problemas enfrentados, a secretaria de Educação vem promovendo parcerias. “A parceria firmada com a secretaria de Justiça do estado (Paraná) tem melhorado o programa de escolarização nas prisões”, disse.


Cristina Marcelo, da diretoria especial de Unidades Escolares Prisionais e Socieducativas da secretaria de Educação do Rio de Janeiro, apresentou as medidas promovidas para solucionar os problemas do Estado. “Como no resto do Brasil, a falta de espaço é um dos problemas enfrentados no Rio de Janeiro. Criamos dois espaços educacionais, que funcionam como anexos das escolas existentes, estendendo para duas unidades prisionais o acesso, como forma de aumentar o número de presos participantes”, contou Cristina. Ela afirmou que já foram realizados quatro fóruns de educação em prisões no estado para incentivar o debate com a sociedade e outras instituições que ajudem nos projetos existentes.


Seminário


Também esteve presente no seminário a ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos, que destacou a importância do evento. “Nós temos cerca de 514 mil presos no país e o desafio nosso é fazer com que esses apenados, que estão privados de liberdade, encontrem nessas unidades condição de ressocialização. Para levar isso adiante, tarefas relacionadas à educação estão em primeiro plano”, disse a ministra.


Segundo Maria do Rosário, o perfil da população carcerária brasileira continua sendo de pessoas mais pobres e de baixa escolaridade. “Essa marca revela uma situação perversa de baixas oportunidades e circunstâncias de violência. A nossa meta é trabalhar de forma integrada os temas de educação como uma ponte para uma vida com qualidade superando a violência que fez com esses encarcerados lá estivessem.”


Ascom/Consed

Acompanhe no facebook

Copyright © 2014. Consed - Conselho Nacional de Secretários de Educação. Desenvolvido por ConsisTI